Festival Aldir Blanc apresenta trabalhos selecionados na linguagem Teatro

Programação do festival pode ser conferida no canal da Prefeitura de Araraquara no YouTube, a partir das 20 horas

36

Neste domingo, 07 de fevereiro, o Festival Aldir Blanc dá continuidade às apresentações de Teatro, a partir das 20 horas, pelo canal da Prefeitura de Araraquara no YouTube (www.youtube.com/prefeituradeararaquaraoficial). As apresentações são realizadas com a participação de atores e companhias cênicas de Araraquara, sendo todos participantes selecionados por meio do edital 003/20 da Lei Aldir Blanc, que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública decorrente da pandemia da Covid-19.

Os espetáculos deste domingo são: “Três Desejos”, com Edilena Malta; “A mágica fábrica de Noel”, com Ha Ha Ha Produções; “Viagem ao Fim do Mundo”, com Jair Alves Dramaturgia; “Íkaros”, com Cia. Menino Andante; e “João no Reino de Papelão”, com Nerita Pio; e Contos de Fademias – Grupo Fademias (Morada das Histórias e Maria Alice Ferreira)

A programação do festival continua com oficinas culturais nos dias 11, 18 e 25 de fevereiro com a exibição de 20 vídeos diários, às 15 horas. Os curtas-metragens selecionados serão exibidos nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro, às 16 horas. A arte circense é atração de 19 a 21 de fevereiro, com os vídeos apresentados a partir das 20 horas.

Vale destacar que, no dia 17 de fevereiro, pelo Facebook, poderá ser acessado um link para a visualização de 03 fotografias selecionadas. Depois, no dia 24 de fevereiro, a partir das 15 horas pelo Facebook, poderá ser acessado um link para a exibição de 09 textos de literatura.

De 26 a 28 de fevereiro, 60 vídeos com apresentações de linguagens artísticas diversificadas serão apresentados a partir das 20 horas (20 por dia). Uma postagem no Facebook da Prefeitura de Araraquara, no próximo dia 03 de março, divulgará um link para acesso a 15 obras de Artes Plásticas.

Depois, nos dias 04 e 08 de março, continuam às 15 horas os vídeos das Oficinas Culturais. De 05, 06, 07 e 09 de março, sempre às 20 horas, tem vídeos de apresentações. Por fim, no dia 10 de março, três podcasts serão apresentados a partir das 20 horas.

A playlist do Festival Aldir Blanc pode ser acessada pelo link: https://youtube.com/playlist?list=PLzV8RZgN50BjUjYufWY3_P4OpHZA9utyJ .

Confira as apresentações cênicas do domingo (07 de fevereiro):

“Três Desejos”, com Edilena Malta

Três vidas, aspirações, anseios, três desejos. Três mulheres em busca da felicidade urgente e imposta de forma obrigatória. Apresentamos as vidas de três mulheres sendo narradas por elas mesmas, seus ideais de plenitude, seus caminhos tortos e tortuosos. Se a felicidade existe, até onde iríamos para agarrá-la? Ganhamos uma coisa e perdemos outras pelo caminho. Estamos preparados para o resultado de nossas escolhas?

“A Mágica Fábrica de Noel”, com Ha Ha Ha Produções

Toda criança sonha em conhecer como funciona a incrível fábrica dos brinquedos que Papai Noel distribui no Natal e, neste espetáculo as crianças poderão conhecer pessoalmente como tudo funciona! Funil e Mariquinha são os atrapalhados duendes que ficaram encarregados de fabricar os presentes de cartinhas que Noel recebeu, e terão até 15 minutos antes do Natal para deixar tudo pronto a tempo de o bom velhinho fazer as entregas. No espetáculo, os brinquedos – como carrinhos, bolas, bonecas – criam vidas, convidando todas as crianças a brincarem e se divertirem com eles. Com texto de Rafael Amaral, o elenco de “A Mágica Fábrica de Noel” apresenta: Allan Henrique, Danielle Rigueiro, Gabrielle Galiani, Juliana Amaral, Leandro Bueno e Rafael Amaral.

“Viagem ao Fim do Mundo”, com Jair Alves Dramaturgia

“Viagem ao Fim do Mundo” traz à cena um suposto encontro entre a atriz Lelia Abramo e o escritor Liu Sai Yam, durante uma viagem sem destino ao Futuro, onde pontos essenciais de sua história são tratados. Esse encontro fictício possibilita passar a limpo as últimas décadas que preconiza a difícil encruzilhada que atravessa a humanidade. Durante a trama, Liu e Lelia, são aparteados por dois artistas populares e músicos que dão ao espetáculo um aspecto de ensaio de um musical brasileiro. No elenco estão: Jair Antonio Alves (autor do texto em parceria com Liu Sai Yam), André Peres, Débora Stter e Lu Mani.

“Íkaros”, com Cia. Menino Andante

“Íkaros” é uma peça videográfica de auto ficção em um ato, com releitura do mito grego de Ícaro e Dédalo. O roteiro dramatúrgico de José Guilherme e a encenação de MAIA, trazem o gênero Teatro Documentário e uma metalinguagem do fazer artístico como ofício de quem vive disso e para isso. Realidade e ficção se confundem, ou se completam, nesse enredo de amadurecimento.

“João no Reino de Papelão”, com Nerita Pio

O poder das coisas simples. Além de discutir a importância das coisas “desimportantes”, assim como fez o poeta Manoel de Barros em sua obra, nesta história foram inseridas práticas pedagógicas que ajudam na aprendizagem e alfabetização: são rimas, trava-línguas e adivinhas. Por meio destes jogos infantis geniais, que têm como meta entreter e divertir as crianças, há uma contribuição enorme para a aprendizagem e o ensino de novo vocabulário.

“Contos de Fademias”, com Grupo Fademias (Morada das Histórias e Maria Alice Ferreira)

Grupo Fademias apresenta um conto de fadas em tempos de pandemia. Uma contadora de histórias começa a narrar um tradicional e conhecido conto de fadas – no caso: “A Branca de Neve” – como se estivesse diante de uma situação comum de compartilhar histórias. Estamos, no entanto, em um momento em que tudo está sendo transmitido online, com chamadas de áudio e vídeo povoando nosso imaginário e práticas cotidianas. E eis, então, que a contadora de histórias é interrompida abruptamente pela Madrasta Má – que tenta a todo o momento nessa ligação fazer contato com o Espelho para constatar se continua sendo a mais bela daquele lugar. Essa chamada terminará com um “felizes para sempre”?