Ex-ministro Fernando Haddad visita Araraquara

O petista, que deve concorrer ao governo do Estado em 2022, conheceu o PS do Melhado e a EMEF do Valle Verde

50

O prefeito Edinho Silva (PT) recebeu, nesta segunda-feira (9) em Araraquara, o companheiro de partido Fernando Haddad, ex-ministro da Educação, ex-prefeito de São Paulo e candidato a presidente da República na eleição de 2018. Haddad deve concorrer ao governo do Estado nas próximas eleições.

Pela manhã, o ex-ministro falou, em entrevista à uma rádio da cidade, sobre o combate à pandemia e sobre o potencial econômico de Araraquara, com a atração de grandes investimentos para a cidade neste momento de superação da pandemia. Em seguida, Haddad se reuniu com Edinho na prefeitura e, depois, visitou a EMEF Edmilson de Nola Sá, na região do Valle Verde, e o centro de estabilização do Melhado, o antigo Pronto-Socorro do Melhado, que são dois investimentos muito importantes para Araraquara e que foram escolhidos pela população nas plenárias do Orçamento Participativo. O ex-ministro quis conhecer os modelos de educação e de saúde desenvolvidos nos locais.

No Ministério da Educação, Haddad ajudou muito Araraquara, como na implantação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) e no envio de recursos para o CER Maria Aparecida de Azevedo Bozutti e para a EMEF Gilda Rocha de Mello e Souza, além de ser o ministro que carrega a marca do programa Prouni, entre outros benefícios para a educação brasileira.

Também estiveram nas visitas o vice-prefeito e secretário do Trabalho, do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Damiano Neto; as vereadoras Thainara Faria (PT), Filipa Brunelli (PT) e Fabi Virgílio (PT) e o vereador Paulo Landim (PT); o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP); a deputada estadual Márcia Lia (PT); o ex-deputado federal e atual secretário nacional de Comunicação do PT, Jilmar Tatto; o presidente estadual do PT, Luiz Marinho; o diretor da EMEF Edmilson de Nola Sá, Carlos Eduardo Ferreira da Silva, e toda a equipe da escola; além de secretários, coordenadores municipais e a equipe da Fungota.