Edinho e equipe de Saúde recebem presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas

Reunião abordou situação da pandemia da Covid-19 e parceria para aplicativo de rastreamento de positivados para a doença e comunicantes

101
O prefeito Edinho e autoridades de saúde do município receberam, no início da noite de quinta-feira (17), a visita do presidente do Instituto Butantan, Dr. Dimas Covas, uma das principais autoridades de saúde pública do Brasil.

Covas participou de uma reunião presencial com parte dos secretários da Prefeitura e dos representantes do Comitê de Contingência do Coronavírus. Além disso, outras autoridades de saúde de Araraquara e integrantes do comitê científico do município estiveram na reunião por plataforma online.

O presidente do Butantan fez uma análise da situação atual da pandemia no Brasil e falou sobre as parcerias de Araraquara com o instituto para o desenvolvimento de um aplicativo (chamado ‘Global Health Monitor’) para rastreamento e isolamento de pacientes positivados para o coronavírus.

“O Butantan é um parceiro fundamental da Prefeitura de Araraquara. Uma dessas parcerias é a metodologia pioneira do Contact Tracing, ou rastreamento de contatos. Por meio da tecnologia, com a adesão da população em um aplicativo, poderá ser possível localizar pessoas infectadas e identificar todas as outras pessoas que tiveram contato com elas, facilitando o isolamento preventivo e reduzindo a transmissão do vírus”, afirmou Edinho.

“Isso vai aprimorar o gerenciamento de informações sobre positivados e comunicantes e agilizar o trabalho de monitoramento das equipes de Vigilância em Saúde. Também será possível notificar os resultados de testes de Covid-19 diretamente para o telefone celular do paciente. São tecnologias novas, adotadas em outros países do mundo, e que serão testadas em Araraquara. A Prefeitura está mobilizada para agilizar as questões técnicas e iniciar esse sistema de aplicativo o mais rápido possível. Agradeço muito ao Dimas Covas pela parceria”, concluiu.

Para Dimas Covas, o aplicativo auxilia as equipes da Vigilância Epidemiológica. “Ele permite que a gente identifique pessoas que estão potencialmente infectadas ou com resultado positivo e os seus contatos para orientar essas pessoas a entrarem em quarentena, permanecendo 14 dias afastadas de suas atividades. Com isso, elas param de transmitir o vírus. É um aplicativo que ajuda a combater a transmissão do vírus de forma ativa e vem a ajudar nas medidas de combate”, declarou Covas.

O presidente do Butantan também elogiou as medidas restritivas adotadas pela Prefeitura para a redução da transmissão da Covid-19. “Estamos vivendo uma epidemia diferente da que houve no ano passado. Ela é, neste momento, explosiva. As atitudes tomadas em Araraquara foram corretas e necessárias para quebrar a cadeia de transmissão do vírus”, afirmou Dimas Covas.

Estiveram na reunião o vice-prefeito e secretário do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Damiano Neto; as secretárias Eliana Honain (Saúde), Juliana Agatte (Governo, Planejamento e Finanças) e Priscila Luiz (Comunicação); a diretora executiva da Fungota, Lúcia Ortiz; o diretor do Sesa, Walter Figueiredo; a diretora do Departamento Regional de Saúde, Sônia Regina Souza Silva; entre outros representantes do Comitê de Contingência do Coronavírus, do Hospital São Paulo, da Santa Casa, do HEAB, do Sesa e da Fungota que integram o comitê científico.