Edinho e equipe de Saúde dialogam com representante da OPAS/OMS sobre ações de combate à pandemia

Ho Yeh Li, coordenadora da UTI Covid do Hospital das Clínicas de São Paulo e consultora da Organização Pan-Americana da Saúde, tem colaborado com o município no planejamento das ações

83

O prefeito Edinho e autoridades de saúde do município participaram, na manhã desta quarta-feira (3), de reunião online com a médica infectologista Ho Yeh Li, coordenadora da UTI Covid do Hospital das Clínicas de São Paulo e consultora nacional para Covid da OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde), órgão vinculado à OMS (Organização Mundial da Saúde).

“A Dra. Ho tem sido fundamental na orientação técnica para nossas autoridades de saúde em relação à estruturação das unidades de atendimento e dos hospitais no enfrentamento da pandemia da Covid-19”, explicou o prefeito.

“O cenário da pandemia, com a nova cepa, é muito preocupante no estado e em todo o Brasil. Estamos em um desafio imenso para continuarmos ampliando leitos de UTI e enfermaria e diminuirmos a curva de contaminação. É hora de muita união de todos para superarmos este momento difícil da nossa história”, concluiu Edinho.

Participaram da reunião, virtualmente, a secretária municipal de Saúde, Eliana Honain, e a diretora do HEAB (Hospital Estadual de Américo Brasiliense), Maísa Salvetti.

Presencialmente, com Edinho, estiveram o chefe de gabinete, Alan Silva; a secretária de Governo, Planejamento e Finanças, Juliana Agatte; a coordenadora de Atenção Básica, Talitha Martins; a diretora executiva da Fungota, Lúcia Ortiz; a diretora administrativa da Fungota, Joice Nogueira; a diretora técnica da Fungota, Emanuelle Laurenti; a coordenadora extraordinária de Ações de Combate à Covid-19, Fabiana Araújo; e o coordenador da UTI do Hospital da Solidariedade (hospital de campanha), Marden Amaral.

Situação epidemiológica
Araraquara registrou, nesta quarta-feira, mais 115 casos positivos de coronavírus, o equivalente a 27% das amostras analisadas. Portanto, agora são 14.969 casos, com 1.106 pessoas ainda em isolamento domiciliar devido à doença.

Mais sete mortes foram confirmadas, incluindo o de uma mulher com 30 anos e seis pacientes idosos. O total de óbitos chega a 224. Atualmente, são 216 pacientes internados, sendo 145 em enfermaria e 71 em UTI.

Com as recentes ampliações de leitos para Covid-19 feitas pela Prefeitura em parceria com o Governo do Estado, Araraquara deixou os 100% de ocupação e agora conta com taxa de 94% na enfermaria e 86% na UTI.