Dois meses após lockdown, média móvel de casos de Covid-19 cai 74% em Araraquara

Eram 189 casos diários em 21 de fevereiro contra 49 na última quarta-feira, 21 de abril; internações e óbitos também estão em queda

111
Dois meses após o início do lockdown adotado por Araraquara para frear a transmissão da Covid-19, os reflexos da medida de isolamento social rígido ainda são notados nas estatísticas diárias divulgadas pelo Comitê de Contingência do Coronavírus, com queda em novos casos, internações e óbitos.
Se comparada com a média móvel diária de casos do dia 21 de fevereiro, quando começou o lockdown (que vigorou por 10 dias, até 2 de março), a última quarta-feira (21 de abril) registrou queda de 74%: a média móvel passou de 189 casos diários para 49.
Em relação às internações, 218 pacientes estavam internados no início do lockdown contra 172 dois meses depois – redução de 21%.
A redução do número de pacientes de Araraquara em hospitais do município é ainda maior: caiu de 180 para 72, ou seja, 60%. Em contrapartida, a cidade passou a absorver mais pacientes da região: o índice saltou de 38 para 100 pacientes, crescimento de 163%.
A queda de casos e internações significa que vidas foram salvas. A semana com maior número de óbitos por Covid-19 foi entre 1º e 7 de março, com 42. Na semana passada (12 a 18/4) houve 15 óbitos, uma redução de 64%.
Nos primeiros 21 dias de março, 107 araraquarenses perderam a vida para a Covid-19. Até quarta-feira, os 21 primeiros dias de abril registraram 35 óbitos, uma queda de 67%.