Diferença no valor do programa motivou feminicídio na Vila Xavier

Acusado foi preso em flagrante e relatou que pretendia esquartejar a vítima

1768

O assassino da garota de programa R.R.O., de 32 anos, confessou à polícia qual foi a motivação do crime. M.O.S., de 27 anos, contou em depoimento que uma diferença de R$ 50,00 no valor do programa sexual teria gerado uma discussão entre os dois que terminou com a morte da vítima.

O acusado foi preso logo depois de matar a garota de programa no início da tarde dessa quarta-feira (3), em uma casa localizada na Rua Bento de Barros, na Vila Xavier. Segundo o apurado, por volta de 12h, a Polícia Militar foi acionada por vizinhos da casa onde o crime foi cometido, que teriam ouvido gritos de socorro da vítima.

No local, os policiais encontraram o rapaz todo ensanguentado, pois havia acabado de cometer o homicídio. Ele foi preso em flagrante.

Na delegacia, M. relatou que havia ido até a Rua dos Eletricitários, na região onde ficam as casas de prostituição, e lá teria abordado a vítima e combinado um programa sexual no valor de R$ 80,00. Porém, já na casa dele, os dois teriam discutido, pois a garota de programa teria dito que o preço do programa seria de R$ 130,00. Descontrolado, ele teria pego uma faca e passado a golpeá-la até a morte. Ele ainda confessou que tinha a intenção de esquartejar o corpo da vítima e colocar em sacos plásticos para desovar em algum local. A polícia apreendeu duas facas no local do crime.

Depois de ouvido, o assassino foi indiciado pelo crime de Homicídio Qualificado e recolhido à cadeia de Santa Ernestina.

Foto: O Imparcial