Diálogo sobre equidade encerra Semana Municipal de Direitos Humanos

Live acontece nesta quarta (16) com transmissão ao vivo pelo Facebook da Prefeitura a partir das 19h

18

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria de Planejamento e Participação Popular, realiza nesta quarta-feira (16), a última das três lives programadas dentro da 3ª Semana Municipal de Direitos Humanos. As atividades on-line tiveram início no dia 10, com transmissão ao vivo pelo Facebook da Prefeitura, sempre a partir das 19h.

O encontro de encerramento reúne a assessora de Políticas para Pessoas com Deficiência, Débora Felix; o assessor de Políticas LGBTQIA+, Artur Leão Neto; o assessor de Políticas para a Juventude, Adriel Barbosa, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Claudete Basaglia; e o presidente do Conselho Municipal Contra a Discriminação e o Racismo, Fábio Mahal. Os convidados debaterão o tema “A equidade nos diferentes contextos: as diferenças e suas especificidades”.

A coordenadora de Direitos Humanos da Secretaria de Planejamento e Participação Popular, Rafaela Modé, explica que o foco do evento está na importância do pensar sobre o mundo diverso e complexo em que vivemos, e na necessidade de tolerância, respeito e equidade.

“Levar a equidade é entender que somos diferentes, e que precisamos de ações específicas para cada realidade de vida, que não é possível a padronização baseada num único modelo”, ressalta a coordenadora.

O evento marca os 72 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 10 de dezembro de 1948, e apresenta diálogos sob o tema “Da tolerância ao respeito efetivo: os desafios para a efetiva equidade social”.

Diálogos

A primeira mesa, realizada no dia 10, reuniu o prefeito Edinho, a secretária municipal de Cultura, Teresa Telarolli, o editor da Revista Fórum, Renato Rovai, o jornalista Luís Antônio, do Jornal da Morada, e o artista Felipe Dias, cofundador da produtora e coletivo Cotidiano Periférico. Os convidados dialogaram sobre “Cultura do ódio das mídias digitais”.

O segundo encontro, que aconteceu no dia 14, debateu o tema “Políticas públicas para a tolerância e Direitos Humanos: possibilidades para uma sociedade equânime na diversidade”, com a participação do coordenador da Secretaria de Planejamento e Participação Popular, Vinícius Soler, da gestora da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Celina Garrido, e da coordenadora de Trabalho e Economia Criativa e Solidária, Camila Capacle.