Detento morre a caminho da UPA da Vila Xavier

Homem, de 57 anos, estava com Covid-19 e teria passado mal na penitenciária

723

Um homem, de 57 anos, morreu na noite dessa segunda-feira (22), a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Xavier. O detento estava com Covid-19.

Segundo o apurado, por volta de 20h, o preso teria passado mal na penitenciária e estava sendo escoltado pela Polícia Militar e por um agente penitenciário para atendimento na UPA, mas não resistiu.

Ele é mais um entre os cerca de 300 detentos que já foram contaminados pelo coronavírus na Penitenciária de Araraquara, segundo informações da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). No total, desde o início da pandemia, já foram 360 infectados, sendo que 280 permanecem em quarentena.

Dos 1.011 exames realizados, 747 foram negativados. Servidores também estão sendo contaminados. Alguns estão afastados e um deles morreu neste mês de março. “A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) implementou, em junho de 2020, um amplo programa de testagem em massa de servidores e presos sob custódia da pasta por meio de ações conjuntas com a Secretaria de Estado da Saúde, Instituto Butantan, prefeituras e outras instituições”, explicou o SAP.

Ainda de acordo com a SAP, medidas de higiene e distanciamento preconizados pelos órgãos de saúde foram aplicadas, como a suspensão de atividades coletivas, intensificação da limpeza das áreas, restrição da entrada de qualquer pessoa alheia ao corpo funcional, adoção de quarentena para os presos que entram no sistema prisional, monitoramento do grupo de risco, ampliação na distribuição de produtos de higiene, álcool em gel e sabonete e distribuição de Equipamentos de Proteção Individual.

Foto: O Imparcial