Corrida Hilário Francisco de Souza visa integração e bem-estar

Ex-atleta, técnico e professor de atletismo Hilário Souza atuou por mais de 10 anos na Fundesport Araraquara

101

A primeira corrida de rua individual “Hilário Francisco de Souza” com percurso de 5 quilômetros para atletas maiores de 35 anos, neste domingo (28), na região do Vale do Sol e Jardim Acapulco, na zona norte de Araraquara, visa integração e bem-estar dos esportistas, segundo Paulo Marques, um dos organizadores do evento.

As inscrições são gratuitas para todas as faixas-etárias: 35 a 44 anos, 45 a 49 anos, 50 a 54 anos, 55 a 59 anos, 60 a 64 anos, 65 aos 69 anos e 70 anos acima, masculino e feminino.

“A intenção é incentivar os atletas de Araraquara, acima dos 35 anos, a treinarem e participarem de competições e com isso formar uma seleção para os Jogos dos Idosos, que têm a fase municipal e depois a estadual. Agradecemos o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer”, relata Paulo Marques.

Homenagear o técnico Hilário Francisco de Souza, que partiu aos 53 anos de vida, em 15 de maio deste ano, é demonstração de gratidão pelo brilhante legado, de acordo com o técnico Bonifácio, que integra a comissão da corrida.

“O Hilário faz muita falta para o atletismo da cidade, uma perda irreparável, e vamos organizar esta prova de rua para homenageá-lo com uma competição que ele dava enorme valor”, destaca Bonifácio.

Largada

A largada da prova será às 8h, em frente ao Centro de Referência de Assistência Social José Luiz Torquato, na Rua Ettore Berti, nas proximidades do Cemitério dos Britos. O percurso, com duas voltas, será no entorno do cemitério, antiga área de tiro do Tiro de Guerra e o posto Maxgás, pelas vias Ettore Berti, Antônio Honório Real, Lino Morganti e Augusto Bernardi.

Hilário

Ex-atleta, técnico e professor de atletismo Hilário Souza atuou por mais de 10 anos na Fundesport Araraquara. Ele também atuou no Senai e na Universidade Paulista (Unip)

Sua carreira teve início na Pista de Atletismo Armando Garlippe, quando menino vindo de São Paulo para morar em Araraquara com a família.  Formado, dedicou sua vida a treinar os jovens.