Confira a programação dos filmes selecionados para a Mostra Wallace Leal

Confira a programação dos filmes selecionados para a Mostra Wallace Leal

26

Com seis longas e dez curtas, a Mostra Audiovisual Wallace Leal inicia-se na próxima terça-feira (23), na TodesPlay – uma plataforma global de filmes, séries e produções audiovisuais via streaming, que tem o objetivo de contribuir para um mercado mais diverso e representativo (todesplay.com.br).

A Mostra é uma realização da Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, com apoio cultural do Sesc Araraquara – e tem toda a programação gratuita e no formato digital. Todos os filmes poderão ser assistidos no horário de preferência do internauta, dentro de período de 23 a 28 de fevereiro, para tanto é necessário efetuar o cadastro na plataforma TodesPlay.

Os longas-metragens selecionados são: “Chico Rei entre nós” (direção: Joyce Prado, gênero: documentário, ano de produção: 2020, classificação: livre), “Servidão” (direção: Renato Barbieri), “A Terra Negra Kawa” (direção: Sérgio Andrade, ficção, 2019, 14 anos), “Selvagem” (direção: Diego da Costa, ficção/drama, 2018-2021, livre), “Luciene” (direção: Juliana Curvo, documentário biográfico, 2020, livre) e “Essa terra é nossa” (direção: Isael Maxakali, Sueli Maxakali, Carolina Canguçu, Roberto Romero; documentário, 2020, livre).

Já os curtas apresentam: “Pega-se Facção” (direção: Thais Braga, documentário, 2020, livre), “Alcatéia” (direção: Carolina Castilho, drama/ficção, 2020, classificação: 04 anos), “Seremos Ouvidas” (direção: Larissa Nepomuceno, documentário, 2020, livre), “Alfazema” (direção: Sabrina Fidalgo, ficção, 2019, 14 anos), “Filhas de Lavadeira” (direção: Edileuza Penha de Souza, documentário, 2019, livre), “Yaõkwa, imagem e memória” (direção: Rita Carelli e Vincent Carelli, documentário, 2020, livre),  “Mãtãnãg, A Encantada” (direção: Shawara Maxakali e Charles Bicalho, animação/drama, 2019, livre), “Modelo Morto, modelo vivo” (direção: Iuri Bermudes e Leona Jhovs, drama/romance, 2020, 16 anos), “Homens Invisíveis” (direção: Luís Carlos de Alencar, documentário, 2019, classificação: 07 anos) e “Supremacia da fumaça” (direção: Marcelo Mendes Gomes, drama/ficção, 2019, 10 anos).

Vale lembrar que, além dos filmes, a Mostra Wallace Leal também apresenta: 4 mesas de bate-papo, 2 oficinas e 1 Master Class. Os curadores desta nona edição, Maurício Coronado e Paulo Delfini, priorizaram produções dirigidas por mulheres, indígenas e pessoas trans a fim de trazer diversidade ao programa.

No site da Prefeitura de Araraquara, em “Notícias”, é possível acompanhar mais informações sobre toda a programação gratuita (www.araraquara.sp.gov.br).