Conferência Municipal de Assistência Social acontece nesta quinta (26) e sexta (27)

Eventos terão transmissão ao vivo pelo Facebook e Youtube da Prefeitura

25

Nos dias 26 e 27 de agosto, será realizada a 13ª edição da Conferência Municipal de Assistência Social, atividade que visa promover discussões e debates, além de avaliar e propor avanços para a política pública da assistência social em Araraquara.

Neste ano, o evento vem com o tema “Assistência Social: direito do povo e dever do estado, com financiamento público para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”. A agenda conta com atividades virtuais e presenciais e as unidades participantes deverão seguir todas as regras de vigilância sanitária, prestando orientações a todos os participantes quanto à prevenção e transmissão da Covid-19.

Dia 26

Nesta quinta (26), às 19 horas, a programação terá início com a abertura oficial da Conferência e da Palestra Magna, que será realizada de modo 100% virtual via plenária do Zoom para inscritos e com transmissão online pelo Facebook e Youtube da Prefeitura para o público em geral.

O encontro contará com a participação de Márcia Helena Carvalho Lopes, que foi ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome do governo Lula em 2010. Também participarão do evento o prefeito Edinho, Jacqueline Barbosa (secretária de Assistência e Desenvolvimento Social), Clélia Maria Machado Candido (presidente do Conselho Municipal de Assistência Social) e Paulo Albano Filho (diretor técnico da Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social de Araraquara).

Dia 27

No dia 27, as atividades começarão às 8h30 da manhã na Biblioteca Municipal Mário de Andrade (Rua Carlos Gomes, 1729 – Centro) com a participação presencial dos delegados eleitos nas pré-conferências.

Por conta das restrições em decorrência da pandemia da Covid-19, o evento abriu apenas 86 vagas, que foram encerradas rapidamente. Entretanto, a organização do evento assegura que quem ficou de fora poderá participar de modo virtual e já pode se inscrever na página da Prefeitura ou pelo link bit.ly/conferenciaassistenciasocial.

Jacqueline Barbosa, secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, ressalta a importância de debater o tema em um momento como o que vivemos atualmente. “Estamos muito felizes com essa adesão dos participantes, que são usuários dos serviços, das políticas setoriais, trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social e dos Conselhos. É um momento tão importante para o controle da política de assistência social, onde vemos uma necessidade de discutir a proteção social das pessoas diante desse agravamento da crise econômica que se deu a partir da pandemia da Covid-19. Estamos muito felizes e esperançosos para que sejam dias de grandes discussões e grandes reflexões”, aponta.

Adriel Henrique da Silva Barbosa, Gestor da Casa dos Conselhos Municipais e um dos organizadores, comenta sobre a procura pelas vagas. “Ficamos muito felizes porque entendemos que isso demonstra o interesse das pessoas em discutir a política pública de Assistência Social em nosso município, sobretudo nestes tempos em que ela tem sido fundamental para garantir direitos sociais básicos das pessoas. Garantiremos a participação de todos, seja de forma presencial ou online”, destaca.

Pré-conferências

A programação da 13ª edição da Conferência Municipal de Assistência Social contou ainda com pré-conferências, que tiveram início no dia 10 de agosto e se encerraram na sexta-feira, dia 20. Dentro desse período, a rede socioassistencial pública e privada relacionada à Secretaria de Assistência Social e às OSCs tiveram liberdade para organizar as pré-conferências nas suas rotinas e nos grupos já existentes.

O coordenador de Proteção Social e vice-presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Marcelo Mazeta, assegura que o evento reuniu todos os recursos para enriquecer o conteúdo que será aprofundado. “Os preparativos estão à todo vapor para que possamos realizar uma conferência qualificada com efetiva participação popular. Saíram 137 propostas, 220 participantes e cerca de 40 delegados das 22 pré-conferências realizadas entre os equipamentos públicos da SMADS e das OSCs”, completa.