Comissão de Saúde avalia projeto protocolado na Câmara

Projeto trata da conscientização sobre a importância da vacinação

58

Os vereadores que compõem a Comissão de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social estiveram reunidos na manhã desta segunda-feira (1º) para análise técnica e jurídica de um projeto, recentemente protocolado na Câmara Municipal de Araraquara. A medida em questão é de autoria da vereadora Filipa Brunelli (PT) e propõe a instituição no Calendário Oficial de Eventos da cidade do “Dia Municipal em Defesa da Vacinação”, a ser comemorado anualmente no dia 21 de janeiro, por meio de palestras de conscientização, seminários e eventos de visibilidade.

Segundo a autora da proposta, a data lembra a aplicação da primeira vacina contra o coronavírus na cidade de Araraquara. Na justificativa do projeto, Filipa afirma que o Brasil vive um fenômeno chamado “obscurantismo beligerante”, batizado em 2018, por Newton Duarte. Trata-se da difusão de uma atitude de ataque ao conhecimento e à razão, de cultivo de atitudes fortemente agressivas contra tudo aquilo que possa ser considerado ameaçador para posições ideológicas conservadoras e preconceituosas. E isso inclui, segundo a parlamentar, a tentativa de desqualificar e criminalizar o uso de vacinas, desprezando todo o conhecimento científico e a própria experiência da humanidade, sobre a proteção à vida proporcionada pelo uso de vacinas ao longo da existência recente do ser humano.

O projeto já passou por outras comissões e aguarda o momento de compor a Ordem do Dia da Sessão Ordinária.