Combate à fome: projeto arrecada doações para distribuição de cestas básicas e implantação de hortas comunitárias em Araraquara

Além de fornecer alimentos básicos, iniciativa aposta no conceito de hortas agroecológicas sustentáveis para beneficiar a população a médio e longo prazo.

141

Com uma população de aproximadamente 238.339 pessoas, assim como o restante do país, a cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, também enfrenta o desafio de combater a fome. Em março de 2021, o número de inscritos no Cadastro Único para programas sociais da prefeitura, era de 14.866 famílias, sendo 6.368 delas em situação de pobreza (renda por pessoa de R$ 89,01 a R$ 178) e extrema pobreza (R$ 0 a R$ 89).

Por isso, em mais uma ação voltada para amenizar os efeitos sociais da crise gerada pela pandemia de Covid-19, a LS Nogueira está empenhada em colaborar com essa causa que é urgente.

Neste sentido, está apoiando o projeto “Horta Comunitária da Zona Norte”, executado em parceria com a Fundação Toque e o coletivo social Agrogueto, que tem o objetivo de desenvolver autossuficiência alimentar e econômica na periferia de Araraquara.

O Agrogueto é uma tecnologia social baseada em ocupação visual por meio da implantação de hortas no formato mandala, que discute a ressignificação de espaços urbanos para produção de alimento biodiverso de forma autossuficiente.

O projeto consiste em:

 

– Fornecer cestas básicas compostas por itens básicos (arroz e feijão), além de verduras e legumes, substituindo alimentos processados, por itens agroecológicos (frutas, hortaliças, etc.) ricos em nutrientes, por um período de 5 meses.

– Formar em 2021, 10 núcleos independentes, com capacidade para atender 500 famílias (por núcleo), totalizando 2500 famílias assistidas. A estimativa é de amparar cerca de 25 mil pessoas diretamente.

– Entregar 200 hortas sustentáveis que seguirão o padrão da tecnologia social Agrogueto. Além disso, é realizada instrução sobre agricultura familiar e gestão para garantir a boa produtividade, criação de renda e longevidade desta fonte que pode alimentar de 3 a 5 famílias por unidade.

Como ajudar

 

As doações de Imposto de Renda Pessoa Física e Pessoa Jurídica podem ser feitas diretamente na conta do FIA (Fundo da Infância e da Adolescência) gerido pelo COMCRIAR (Conselho Municipal da Criança e Adolescente de Araraquara).  O projeto também pode receber doações diretas de recursos, equipamentos e alimentos.

 

Quem tem fome, tem pressa

 

A Fundação Toque entrou com um pedido junto à Prefeitura e ao COMCRIAR – Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araraquara, e conseguiu uma autorização especial para fazer o repasse imediato das doações realizadas para o projeto. A medida vai agilizar o processo de compra das cestas e ajudar a amenizar a fome no município.

O projeto está amparado pela Lei de Incentivo da Criança e Adolescente, que permite que a pessoa jurídica destine 1% do seu Imposto de Renda e a pessoa física até 6%.

 

Para obter mais informações sobre o projeto e saber como doar, acesse: https://www.lsnogueira.com.br/projeto/um-toque-que-salva-vidas-combate-a-fome/