Com 252 novos casos e 3 mortes por Covid-19, Araraquara está próxima de um novo lockdown

Prefeitura mantém o sinal de alerta para toda a cidade, considerando a taxa de positividade registrada hoje, que foi superior a 20% dos testes

87
Araraquara registrou nesta sexta-feira mais 252 casos positivos de Coronavírus, o equivalente a 18,36% de 1.372 amostras analisadas nos serviços públicos e privados de saúde e nos setores econômicos e sociais do município, ou seja, sintomáticos e também assintomáticos testados na busca ativa. Considerando apenas os sintomáticos que procuraram os serviços de saúde, esse percentual sobe para 26,94% de 902 amostras, sendo, destas, 243 positivados.
Araraquara soma 22.182 casos confirmados de Covid-19.
Em cumprimento ao decreto municipal em vigor, o Comitê de Contingência do Coronavírus mantém neste boletim o sinal de alerta para toda a cidade, considerando a taxa de positividade registrada hoje, que foi superior a 20% dos testes em indivíduos com sintomas sugestivos de Covid-19, e a taxa dos testes em geral (sintomáticos e assintomáticos), que foi superior a 15%.
Diante de mais um sinal de alerta, o Comitê volta a chamar a atenção para a importância do cumprimento das medidas sanitárias que podem conter a transmissão do vírus na cidade. Os números da situação epidemiológica vêm sendo analisados rigorosamente pelo Comitê.
A conscientização de todos é fundamental e a proximidade do fim de semana preocupa muito. Inúmeras irregularidades vêm sendo registradas pela força-tarefa da Prefeitura que circula pelas ruas cobrando o cumprimento do decreto municipal.
As aglomerações em áreas de lazer, bares, praças, campos de futebol particulares, postos de combustíveis e outros pontos da cidade, principalmente nos finais de semana, têm exigido um grande esforço da fiscalização para a dispersão desses grupos que insistem em desafiar o Coronavírus.
Por mais que os serviços se organizem, essa batalha tem que ser de todos.
Evite aglomerações, respeite a restrição noturna de circulação e, principalmente, use máscaras corretamente, cobrindo boca e nariz. Não é hora de relaxar e é obrigação de todos zelar pela vida.
O Comitê reforça ainda que, de acordo com o decreto municipal, para que os segmentos econômicos de Araraquara continuem abertos para atendimento presencial, a taxa de positividade para Covid-19 nos testes não pode ultrapassar de 30% dos pacientes ou de 20% nos testes em geral (contando sintomáticos e assintomáticos) por três dias consecutivos ou por cinco dias alternados dentro de um prazo de sete dias de intervalo. Caso esses índices sejam ultrapassados, a abertura das atividades econômicas será suspensa para o controle da pandemia pelo prazo de, no mínimo, sete dias.
Em relação à situação epidemiológica, do total de confirmados, 953 permanecem em quarentena e 20.775 já saíram. Aguardam resultado de exames 1.416 amostras.
Em relação às testagens realizadas nos setores econômicos e sociais do município, foram aplicados no dia 3 de junho, 470 testes, em 20 estabelecimentos, sendo 9 positivados em diferentes estabelecimentos dos setores de serviços, comércio e indústria.
Hoje, 181 pacientes estão internados. Destes, 98 estão em enfermaria – 2 suspeitos e 96 confirmados. E 83 confirmados estão na UTI.
Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 61% de leitos de enfermaria e 81% de UTI.
Hoje, a Santa Casa de Araraquara tem 12 pacientes internados com Covid-19, o Hospital São Paulo tem 30 pacientes, o Hospital São Francisco tem 30 pacientes, o Hospital de Campanha tem 49 pacientes, o HEAB (Hospital Estadual de Américo Brasiliense) tem 44 pacientes e a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 16 pacientes.
Do total de 181 internados, 89 são moradores de Araraquara e 92 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade, sendo que 48 estão em enfermaria e 44 estão em UTI.
Os 92 pacientes de outros municípios residem em Américo Brasiliense (10), Araras (1), Barra Bonita (1), Batatais (2), Boa Esperança do Sul (3), Borborema (4), Capivari (1), Descalvado (1), Dourado (2), Frutal (1), Gavião Peixoto (10), Guariba (1), Ibaté (3), Ibitinga (3), Igaraçú do Tietê (1), Itápolis (9), Jaboticabal (1), Leme (1), Limeira (1), Marília (1), Matão (2), Morro Agudo (1), Motuca (1), Piracicaba (3), Porto Ferreira (3), Pradópolis (1), Rincão (3), Santa Adélia (1), Santa Cruz das Palmeiras (1), São Carlos (12), São José do Rio Preto (1), Tabatinga (3), Tambaú (1) e Taquaritinga (2).
Araraquara registrou, até o momento, 454 óbitos decorrentes de Covid-19.
Os três óbitos registrados nas últimas 24 horas são:
Homem de 50 anos, com comorbidade, internado em hospital da rede pública desde o dia 24 de maio.
Homem de 86 anos, com comorbidades, que faleceu na sua residência no dia 3 de junho.
Homem de 55 anos, com comorbidade, internado em hospital da rede pública desde o dia 13 de maio.
Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.