Cia. Pé na Tábua desenvolve projeto Tripé com partilha de processos criativos

As atividades, como compartilhamentos de processos criativos e lives com sapateadores e convidados, acontecem nos próximos dias 18 e 19 de Junho por meio remoto e gratuito

20

A Cia Pé na Tábua, composta pelos sapateadores: Ana Luiza Yosetake, Renata Defina e Rodrigo Lima, dá continuidade neste mês de Junho, nos dias 18 (sexta) e 19, (sábado) mais uma etapa do projeto Tripé, que vem comemorando os 13 anos de resistência da sua arte, no interior do Estado de São Paulo.

Nesta oportunidade, vão compartilhar processos criativos de obras da Cia. a fim de inspirar outros artistas, retomar histórias vividas e seguir formando e se aproximando do público. Esta será uma ótima oportunidade para quem se interessa em saber mais sobre as vivências nos bastidores da criação.

No dia 18, às 20 horas, pelo canal da cia, no YouTube, será lançado o primeiro vídeo sobre como chegaram até o espetáculo “Em Tempo”. E para aprofundar ainda mais essa etapa, no dia 19, a partir das 18h, pelo Instagram da Cia Pé na Tábua, acontecerá uma conversa (live) entre os dançarinos e os convidados que provocaram, construíram e ajudaram esse projeto crescer. São eles: Claire Jézéquel, Marcus Maximos, Marcelo Evangelisti e Washington de Paula.

O Tripé foca na questão da partilha de processos criativos, uma vez que o pensamento e o debate sobre dramaturgia no campo do sapateado ainda são escassos.

Movimento e pesquisa
A Cia de Pé na Tábua de Ribeirão Preto se dedica à pesquisa rítmica aliada ao movimento corporal e à pesquisa em dança. O projeto denominado “Tripé”, iniciado dia 22 de maio, conta com apoio do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Lei Aldir Blanc e Governo do Estado de São Paulo,  por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, segue   até o mês de agosto com diversas atividades remotas, oferecidas de forma gratuita.

A Cia. se debruça também no processo criativo do seu mais recente trabalho cênico, intitulado “Atalhos”, com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. A trilha sonora é assinada pelo músico carioca João Callado e o processo conta com a colaboração do

percussionista corporal Charles Raszl, do Grupo Barbatuques. O Instagram da Cia Pé na Tábua traz todas as programações do projeto.

Serviços

Projeto Tripé (Compartilhando processos criativos)

Dia 18

Horário:  20 horas, pelo canal da cia no YouTube, lançamento do primeiro vídeo sobre como chegaram até o espetáculo “Em Tempo”.

Dia 19:

Hora: 18 horas, transmissão ao vivo pelo Instagram da Cia Pé na Tábua: @ciapenatabua

Conversa (live) entre os dançarinos e os convidados que provocaram, construíram e ajudaram esse projeto crescer. São eles: Claire Jézéquel, Marcus Maximos, Marcelo Evangelisti e Washington de Paula.

Remoto e gratuito