Cervejaria espanhola confirma investimento de R$ 10 bilhões em Araraquara

Projeto para concessão de incentivos fiscais à empresa foi entregue, pessoalmente, ao presidente da Câmara, Aluisio Boi (MDB), e mais 10 vereadores

598

O maior investimento privado na cidade de Araraquara. O anúncio da instalação, na cidade, da cervejaria espanhola Estrella Galicia foi feito na manhã dessa quinta-feira (30), na Câmara Municipal, durante apresentação do Projeto de Lei Complementar nº 21/2021, que prevê concessão de incentivos fiscais para a construção da fábrica. A entrega da propositura foi feita pelo prefeito Edinho Silva (PT) ao presidente do Poder Legislativo, Aluisio Boi (MDB), acompanhado da vice-presidenta, Thainara Faria (PT), do segundo secretário, Lucas Grecco (PSL), e dos vereadores Edson Hel (Cidadania), Emanoel Sponton (Progressistas), Fabi Virgílio (PT), Gerson da Farmácia (MDB), Guilherme Bianco (PCdoB), João Clemente (PSDB), Carlão do Joia (Patriota) e Paulo Landim (PT).

Aluisio Boi reforçou o papel do Legislativo Municipal na criação das condições jurídicas necessárias para a concretização do investimento e destacou que, neste momento, a Câmara não pode ser omissa: “Hoje é um dia marcante para este novo momento da Câmara Municipal que aprovou vários projetos para o remanejamento de verbas para a saúde e agora estamos visualizando a esperança”, enfatizou o parlamentar, que almeja, com a aprovação do projeto de lei, um futuro de oportunidades, com geração de emprego e renda.

De acordo com o projeto de lei, para a implantação da nova planta industrial – a primeira fora da Espanha –, estão previstos investimentos na ordem de R$ 10 bilhões de reais, com previsão de início das operações para dezembro de 2023 e capacidade de produção de 300 milhões de litros de cerveja, com estimativa de impacto positivo na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Para Edinho, a infraestrutura oferecida pela cidade foi fundamental durante o processo de concorrência com outros municípios do Estado de São Paulo e do Brasil. “O Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos de Araraquara) teve um papel fundamental na demonstração técnica do quanto a água de Araraquara é pura e poderia ser utilizada como matéria-prima para uma cerveja de qualidade”, assinalou o prefeito, que ainda apontou outras vantagens logísticas da cidade, como o gasoduto e a malha ferroviária.

“Quem está criando as condições para que, neste momento, a cervejaria se instale em Araraquara, são os poderes Executivo e Legislativo desta cidade. Somos nós que vamos dar o passo fundamental para o futuro da cidade, fazendo com que Araraquara gere empregos e arrecade mais, garantindo mais qualidade de vida ao nosso povo”, afirmou Edinho. Também participaram do ato o Chefe de Gabinete, Alan Silva; o superintendente do Daae, Donizete Simioni; a secretária municipal de Justiça, Modernização e Relações Institucionais, Maria Amália de Vasconcelos; o vice-prefeito e secretário municipal do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto e a coordenadora de Articulação Institucional, Graça Pinoti.