CER do Jardim América é entregue reformado e ampliado

Prefeito Edinho destacou importância do Orçamento Participativo para a realização da obra

25

O prefeito Edinho participou, na manhã desta sexta-feira (6), da cerimônia de entrega das obras de reforma e ampliação do CER Rosa Ribeiro Stringhetti, no Jardim América. Eleita pela região como prioridade no Orçamento Participativo, a obra beneficiará alunos e profissionais da unidade.

Edinho falou sobre a importância do OP para a escolha da obra. “Para nós, o Orçamento Participativo de fato é lei. Ele direciona para onde a cidade vai crescer e quais são os problemas que a cidade vai resolver. E quando nós não temos recursos, nós corremos atrás dos recursos”, explicou.

O prefeito também lembrou o legado de Rosa Ribeiro Stringhetti, que empresta seu nome à unidade. “Estou muito feliz de estar entregando uma obra do Orçamento Participativo, uma unidade de educação, que faz aqui a recuperação histórica de uma mulher, que eu já tinha lido sua história anteriormente, pois é a quarta vez que sou prefeito e sou apaixonado pela história de Araraquara. Nós fazemos uma homenagem a uma mulher que estava muito à frente de seu tempo. Hoje é fácil falarmos de Dona Rosa, mas imaginem vocês uma mulher, na primeira metade do século XX, que se dispôs a fazer curso superior em um momento em que as mulheres eram educadas efetivamente para serem donas de casa. Ela foi fazer curso superior na área da Saúde, voltou e foi fundamental para a organização da Gota de Leite e depois foi fundamental para a organização da maternidade da Santa Casa. É uma mulher que era um farol para outras mulheres da sua época”, enalteceu.

O CER passou pelos serviços de reforma geral da edificação com substituição do piso interno e pintura nova; ampliação da área construída em 95,95m² com construção de um berçário e fraldário, sala da diretoria e sala de reuniões de HTP; adequação da sala para classe intermediária, cozinha, sanitários e depósito; instalação de piso emborrachado em trecho da área externa; adequação das instalações elétricas; reforma da área externa e dos banheiros infantis e aquisição de novos equipamentos e mobiliário.

A reforma do CER Rosa Ribeiro Stringhetti foi realizada em duas etapas, a primeira com recursos da contrapartida da empresa Bild Desenvolvimento Imobiliário e a segunda com recursos próprios da Educação. O valor da contrapartida da Bild foi de R$ 654.177,33 e o investimento da Educação foi de R$ 146.920,37, o que gerou um valor total investido de R$ 801.097,70.

Valorização da educação infantil

A secretária Municipal da Educação, Clélia Mara dos Santos, destacou a importância da valorização da educação infantil. “O que nós estamos fazendo hoje, que é entregar um equipamento público de educação infantil, é antes de mais nada um direito social de cada uma de nossas crianças, um reconhecimento da educação infantil como um dever do Estado para a educação. A educação infantil tem um papel imprescindível no desenvolvimento humano e social das nossas crianças. É uma das principais áreas educacionais e provavelmente a que mais retribui à sociedade em termos de investimento”, analisou.

A secretária Municipal de Direitos Humanos e Participação Popular, Amanda Vizoná, exaltou a participação da comunidade para a execução das reformas. “Esse processo foi muito bem feito graças à toda comunidade escolar. Eu sei que para os profissionais de educação foi um momento difícil, mas vocês conseguiram, junto à toda equipe técnica da Prefeitura, sob o comando da Clélia, organizar esse espaço e fazer com que esse dia fosse possível e pudéssemos entregar essa obra”, explanou.

O vereador Aluisio Braz, o Boi, que representou a Câmara Municipal de Araraquara na solenidade, destacou o trabalho dos funcionários do CER e revelou que durante seus três mandados nunca recebeu nenhuma reclamação da unidade educacional. Ele também elogiou a participação popular na escolha da reforma. “As mudanças podem acontecer, devem acontecer e o gestor público que deve fazer, porque ele foi eleito nas urnas para isso. E o Orçamento Participativo permite que as pessoas se mobilizem, votem e conquistem. Essa obra é uma conquista do povo, eleita pela maioria, e isso é democracia”, afirmou.

A diretora interina da unidade, Márcia Ângela de Lima Ferrari, falou sobre a luta da comunidade para conseguir as reformas. “Hoje é um dia para se comemorar e agradecer. Acredito que posso falar em nome de todos os funcionários dessa unidade e dizer o quanto nos alegramos de vê-la reformada, ampliada, e assim podermos retomar o atendimento presencial dos nossos alunos, oferecendo um ambiente bonito, alegre e mais acolhedor. Eles merecem”, salientou.

A homenageada

Rosa Ribeiro Stringhetti nasceu em 23 de abril de 1903, filha de José Ribeiro Costa e Anna Dorotéia Ribeiro Costa. Casou-se com Luiz Stringhetti, de nacionalidade italiana, com quem teve três filhas. Em 1933, com 30 anos, mudou-se com a família para São Paulo, onde estudou Obstetrícia e Enfermagem Obstétrica. Já formada, veio para Araraquara assumindo o setor de atendimento da Gota de Leite, onde permaneceu até 1939. Integrou, posteriormente, o corpo clínico da Santa Casa de Misericórdia de Santa Isabel por 28 anos, ajudando a trazer ao mundo 6.830 crianças; afastou-se em 1967 por motivos de saúde. Faleceu em 10 de setembro de 1970.

Neto de Rosa Ribeiro Stringhetti, Álvaro Stringhetti Ferreira discursou sobre a homenagem à avó. “Os números dizem mais que as palavras. Foram 6.800 crianças e, para se ter uma ideia da magnitude desse número, daria para encher mais de 20 creches como essa. É um número muito expressivo, principalmente por se tratar de uma época de poucos e limitados recursos. Isso mostra o simbolismo dessa homenagem, porque aqui também cuidamos de crianças. E quando cuidamos das crianças, estamos cuidando do futuro da nossa cidade, do futuro do nosso país e do futuro do nosso mundo”, discursou.

Painel revitalizado e ampliado

Além das reformas estruturais, a unidade educacional conta com um painel produzido em 2007 pela artista plástica Euzânia Andrade, que foi revitalizado e ampliado pela própria Euzânia a convite da Secretaria da Educação. Intitulado “As cores da infância”, o painel fez parte de um projeto realizado em outras escolas municipais entre 2005 e 2008 que teve como objetivo trazer para dentro do ambiente escolar a obra de artistas da cidade, valorizando a produção cultural de Araraquara e aproximando os alunos da arte.

Euzânia se mostrou feliz em poder reavivar sua obra de arte. “Isso significa o valor que as pessoas dão à arte e à cultura e isso é fundamental. Muitas vezes, em uma reforma, as pessoas simplesmente passam a tinta e apagam, por isso fiquei muito feliz com o convite. Isso aqui é símbolo da importância que temos que ter com a educação e com as crianças, porque são elas que levarão a nossa história, a nossa memória e a nossa cultura para sempre”, celebrou a artista, que acrescentou que a obra faz uma homenagem à artista Judith Lauand, dona de um estilo parecido.

Também estiveram presentes a secretária de desenvolvimento Urbano, Sálua Kairuz Poleto; o secretário de Obras e Serviços públicos, Sérgio Pelícolla; a secretária da Saúde, Eliana Honain; os vereadores Fabi Virgílio, Paulo Landim, Thainara Faria, Emanoel Sponton, Marchese da Rádio, Carlão do Jóia e Guilherme Bianco; a presidente do Conselho de Escola, Paula Monge; o coordenador de Participação Popular, Anderson Morfy; a representante da comunidade escolar, Enilza Sponton; o presidente do Conselho do Orçamento Participativo em 2018, Henrique Rossetti; o gerente geral de Obras da Bild Desenvolvimento Imobiliário, André Festúcia; e os familiares de Rosa Ribeiro Stringhetti: Yeda Stringhetti Ferreira (filha), Flávia Ferreira (neta), Vítor Ferreira (bisneto), Beatriz Ferreira (neta), Antônio José Cury (esposo de Beatriz) e Dalmacia Barreto Aranha (membro da família).