Celso de Mello elogia lockdown em Araraquara

Ex-ministro do STF enviou texto a amigos via WhatsApp chamando o presidente Jair Bolsonaro de "despreparado" e "insensato"

74

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, teceu duras cr√≠ticas a Jair Bolsonaro e √† maneira como o presidente conduz o enfrentamento √† pandemia no Brasil atrav√©s de texto enviado a amigos no WhatsApp. As informa√ß√Ķes s√£o da¬†CNN Brasil¬†e do¬†Conjur.

Mello elogiou o lockdown decretado em Araraquara pelo prefeito Edinho Silva (PT), que reduziu consideravelmente os casos de Covid-19 e praticamente zerou as mortes relacionadas à doença, ao mesmo tempo em que subiu o tom contra Bolsonaro pelo fato do presidente ter se recusado a decretar um lockdown nacional.

De acordo com o ex-ministro, ao se recusar a apoiar medidas restritivas, Bolsonaro encampa um ‚Äúgesto insensato‚ÄĚ que configuraria um ‚Äúrepulsivo e horrendo ‚Äėgrito necr√≥filo‚ÄĚ. Entre outros adjetivos, Mello classificou o presidente como ‚Äúdespreparado‚ÄĚ e usou express√Ķes como ‚ÄúSumo Sacerdote que desconhece tanto o valor e a primazia da vida quanto o seu dever √©tico de celebr√°-la incondicionalmente‚ÄĚ e ‚Äúmonarca presidencial‚ÄĚ.

‚ÄúO gesto insensato do Presidente, opondo-se ao ‚Äėlockdown‚Äô¬†nacional, em clara demonstra√ß√£o pr√≥pria de quem n√£o possui o atributo virtuoso do ‚Äėstatesmanship‚Äô [estadista]. De outro lado, essa conduta negacionista torna imput√°vel ao Chefe de Estado, em face de seu ineg√°vel despreparo pol√≠tico e pessoal para o exerc√≠cio das altas fun√ß√Ķes em que investido, a nota constrangedora e negativa, reveladora daquela ‚Äėobtusidade c√≥rnea‚Äô¬†de que falava E√ßa de Queir√≥s, em 1880, no pref√°cio da 3¬™¬†edi√ß√£o de sua obra ‚ÄėO Crime do Padre Amaro‚Äô, no contexto da c√©lebre pol√™mica que manteve com o nosso Machado de Assis‚ÄĚ, diz um trecho do texto.

 

Araraquara

Sobre Araraquara, Mello escreveu: ‚ÄúSeguiu as recomenda√ß√Ķes sensatas e apoiadas em relevant√≠ssima orienta√ß√£o fundada em respeit√°vel conhecimento cient√≠fico emanadas da OMS (ONU), da Opas, dos EUA, da It√°lia, da Fran√ßa, da Alemanha, do Reino Unido e de outros pa√≠ses governados por pol√≠ticos respons√°veis que repudiam as insensatas (e destrutivas) teses negacionistas‚ÄĚ.

Celso de Mello se aposentou do cargo de ministro do STF em outubro de 2020 e foi sucedido por Nunes Marques, indicado por Bolsonaro.