Cartilha “Uma conversa sobre drogas” será lançada nesta quarta (20)

Produzido pelo COMAD em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, material foi elaborado para oferecer informações básicas sobre o assunto

20

Um conteúdo que visa oferecer informações básicas às pessoas que sofrem com a dependência química. Esse é o propósito da cartilha “Uma conversa sobre drogas – Guia de serviços”, que foi produzida pelo Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (COMAD) em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Participação Popular. O material será lançado oficialmente nesta quarta-feira, 20 de outubro, às 15h30, na Biblioteca Municipal Mário de Andrade, que receberá o evento “A importância das políticas públicas sobre drogas”.

O coordenador municipal de Direitos Humanos, Renato Ribeiro, falou sobre o objetivo da cartilha, que ficará disponível em espaços da Prefeitura como CRAS e outros centros de referência. “Essa cartilha é resultado de um grande esforço dos conselheiros do COMAD e da Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos. Quando uma pessoa vive uma situação de dependência no seu círculo mais próximo, muitas vezes ela tem dificuldade de encontrar informações básicas sobre como proceder. A cartilha é um guia de serviços e informações que cumpre tanto o papel de disseminar conhecimento para combater preconceitos quanto o papel de mostrar os espaços e serviços disponíveis em nossa cidade”, descreve.

O encontro contará com um debate que terá como participantes Matheus Caracho (presidente do Conselho de Políticas sobre Drogas-COMAD), Prof. Dr. Doutor Marcelo Tadeu Marin (Professor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNESP e coordenador do Grupo de Ensino e Pesquisa sobre Álcool e Drogas-PENSad), Rafael Torres Azevedo (graduado e mestrado em psicologia, atualmente psicólogo do CAPS-AD de Araraquara) e Tadeu Marcato (professor de filosofia, trabalha na educação básica com projetos que relacionam vivência, poesia e filosofia no diálogo sobre drogas).

O evento desta quarta também contará com uma apresentação das Oficinas Culturais de Danças Urbanas, com os alunos do Lar Escola Rita Maria de Jesus (Vila Xavier), sob a orientação do professor Saulo Leão e coordenação pedagógica de Débora Regina Muniz. Também haverá uma apresentação das Oficinas Culturais de Canto Coral com a professora Danila Gregório, que levará as alunas da Oficinas das Meninas, sob a coordenação pedagógica de Rosemary Regina de Souza. A coordenação executiva das Oficinas Culturais Municipais é de Rafaella Pucca. Vale destacar que as Oficinas Culturais Municipais atendem atualmente cerca de 2 mil alunos em 30 pontos distintos da cidade, com 47 cursos nas diferentes linguagens artísticas.