Carreata em defesa da vida acontece hoje

Protesto é pela continuação do Auxílio Emergencial e contra a volta às aulas

63

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e dirigentes sindicais de Araraquara e região promovem nesta segunda-feira (1º) uma carreata em defesa da vida e contra a proliferação da Covid-19. O evento está programado para iniciar às 15h30, na Praça Scalamandré Sobrinho, ao lado da Arena da Fonte, onde seguirá em cortejo pelo centro da cidade até a Praça Santa Cruz.
O dirigente da CUT em Araraquara, Ednaldo Henrique Ferreira, realata que a finalidade do evento é fortalecer a ideia de continuação do Auxílio Emergencial do Governo Federal, o direito de vacina para todos e contra o Decreto 65.384, do governador João Dória, que autoriza a retomada das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas no Estado de São Paulo para o ano letivo de 2021.
De acordo com Ednaldo, o governo federal trata com descaso o combate à pandemia do coronavírus. “Nos últimos dias os números de casos só vêm aumentando no Brasil. É um ato de irresponsabilidade do senhor Jair Bolsonaro não dar continuidade ao Programa do Auxílio Emergencial colocando em risco a garantia do sustento da polução carente do Brasil” ressalta.
Além disso, segundo o dirigente, o presidente precisa ampliar esse programa de vacinação para abranger a população como um todo o mais rápido possível. “Estamos numa guerra. Não dá para só ficar contando os mortos. Temos que agir o mais rápido possível”, reforça.
Já a conselheira estadual da APEOESP – subsede de Araraquara – Neusa Ribeiro, aponta os riscos à vida dos profissionais de educação, dos estudantes e de seus familiares no caso do retorno das aulas presencias. “Nem 1% da população foi vacinada. Não podemos brincar com a sorte. Esse vírus não é brincadeira. Não podemos pagar com as nossas vidas por causa de atos irresponsáveis dos nossos governantes”, finaliza o sindicalista.