Câmara votará Moção de Repúdio contra nova praça de pedágio

Vereador Emanoel Sponton (Progressistas) protocolou requerimento na Casa de Leis

78

O vereador Emanoel Sponton (Progressistas) protocolou na tarde desta sexta-feira (22) Moção de Repúdio contra a Artesp e o Governo do Estado de São Paulo, em virtude da proposta de implantação de uma nova praça de pedágio na Rodovia Washington Luís, nas proximidades de Araraquara.

Requerimento nº 999/2021, que será votado na próxima Sessão Ordinária da Cãmara, aponta que a população das cidades de Araraquara, Ibaté  e  São  Carlos  dependem  de  serviços  essenciais mútuos, como hospitais, escolas e faculdades, hipermercados e trabalho.

Para o parlamentar, tal anúncio não  agradou  a  população da  região,  pois Araraquara  e  São  Carlos  são  polos regionais  e referência para as demais cidades  de menor porte  da  região. “A instalação da praça de pedágio trará inúmeros transtornos, sem falar nos prejuízos  financeiros  para  os  moradores  locais,  podendo impactar  nos  índices  de  empregabilidade,  além  de  encarecer  ainda  mais  o  orçamento  das famílias, comprometendo, assim, o crescimento econômico, social e cultural da região”, frisou Sponton.

O vereador reputa o fato como prejudicial aos cidadãos que por ali têm que transitar diariamente. Salienta o momento que o país vive. “Temos que levar em conta a situação econômica em que vivemos. A população mais  humilde necessita do auxílio emergencial do Governo Federal para sobreviver neste período hostil e considero insensata e insensível a instalação de um novo pedágio na referida rodovia”, encerrou o parlamentar.