Araraquara, Ribeirão Preto e São Carlos recebem doação de 1,8 mil protetores solares

Distribuição foi realizada pelo Instituto Melanoma Brasil para conscientizar a população sobre o câncer de pele melanoma

24

O Instituto Melanoma Brasil, organização não-governamental (ONG) que atua na divulgação e conscientização sobre o melanoma, tipo de câncer de pele mais perigoso e letal, entregou 1,8 mil protetores solares que serão distribuídos gratuitamente para catadores, produtores rurais, famílias em situação de vulnerabilidade social e pacientes hospitalizados em Ribeirão Preto, São Carlos e Araraquara e região. A ação é uma parceria com a Nivea Sun, uma das principais marcas de proteção solar do mundo, que cedeu os produtos, e acontece para celebrar o Dezembro Laranja, marco criado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia com objetivo de combater o câncer de pele, tumor de maior incidência no Brasil.

As distribuições na cidade serão realizadas durante todo o mês. Entre os beneficiados pela iniciativa estão hospitais e entidades, como: Hospital Regional do Câncer, Hospital Escola Ribeirão Preto, Hospital Psiquiátrico Cairbar Shutel de Araraquara, ONG Semeando Vidas, Associação Oncovita, Rede Feminina São Carlense de Combate ao Câncer, Cooperativa de Trabalho ACACIA, Liga Araraquarense de Combate ao Câncer, entre outros.

No total, o Instituto Melanoma Brasil distribuirá 50 mil protetores solares para mais de 300 instituições espalhadas pelos cinco estados brasileiros com maior incidência do melanoma: São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A ONG fez um mapeamento minucioso de instituições e públicos que mais precisam dos protetores solares nos cinco estados envolvidos. Em São Paulo, além Ribeirão Preto, São Carlos e Araraquara, participam São Paulo, Santos e São José dos Campos. Serão beneficiadas pela iniciativa mais de 14 mil pessoas.

A distribuição no Estado conta com o apoio de parceiros institucionais e hospitais com pacientes em tratamento para a distribuição dos produtos em cada cidade, de forma ordenada e responsável, considerando o momento atual de pandemia. O Rotary Internacional, associação de clubes de serviços cujo objetivo é unir voluntários a fim de prestar serviços humanitários, é um dos principais apoiadores da ação e fará a distribuição.

Acreditando que a informação de qualidade pode contribuir na conscientização e, consequentemente, na redução de novos casos de melanoma, os produtos serão acompanhados de um folheto informativo desenvolvido pelo Melanoma Brasil, contendo dados sobre prevenção, sinais, sintomas e diagnósticos da doença.

Para Rebecca Montanheiro, fundadora e presidente do Melanoma Brasil, a alta prevalência do câncer de pele no Brasil mostra que há muito a ser feito para o País desenvolver uma cultura de cuidado com a pele e prevenção. “Essa ação, em parceria com a Nivea, traz uma excelente oportunidade de incentivo ao uso do protetor como parte da rotina diária e do compartilhamento de informações que ampliam o conhecimento da população sobre o tema, contribuindo para melhores hábitos e diminuição de riscos”, explica.