Araraquara é novamente destaque em Rede Social do Pacto de Milão

O município participa do Pacto de Milão desde 2019

17

Araraquara foi novamente destaque na página do Facebook do Pacto de Milão (Milan Urban Food Policy Pact – https://www.facebook.com/mufpp/). O perfil divulgou o segundo vídeo inscrito no 6º Fórum Mundial – “Milan Talks 2020”, que fala sobre o projeto de hortas urbanas “Colhendo Dignidade”.

O vídeo publicado explica sobre a iniciativa e foi produzido pela Secretaria Municipal de Comunicação em parceria com a Coordenadoria de Segurança Alimentar, setor vinculado à Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social. Além disso, já havia sido publicado em abril pela página um vídeo contando a história do Banco de Alimentos do município. Um terceiro que fala sobre a garantia de alimentos durante a pandemia ainda poderá ser publicado nos próximos meses.

O Pacto de Milão foi lançado oficialmente durante a Expo Milão 2015 e conta, atualmente, com a participação de 161 cidades de 46 países de quatro continentes. Sua missão é incentivar, fomentar e divulgar práticas sustentáveis ligadas à Segurança Alimentar e Nutricional.

O Programa Municipal de Hortas Urbanas Comunitárias – Colhendo Dignidade é uma proposta intersetorial e integrada, que atende e executa o preceito básico da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, garantindo o acesso à alimentação, um dos direitos humanos fundamentais previstos no artigo 6º da Constituição Federal.

Lançado em 2019 através de uma parceria da Coordenadoria de Segurança alimentar com o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae), atualmente ele é coordenado pela Coordenadoria de Agricultura, setor vinculado à Secretaria Municipal do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo.

A coordenadora de Agricultura, Enedina Ferreira de Andrade, ressalta que mais essa conquista se deve a um trabalho coletivo. “São muitos os agentes envolvidos neste projeto, desde a nossa equipe, até mesmo os moradores que trabalham na horta e agora mais de 160 países que participam do Pacto vão poder conhecer a iniciativa”. Ela enaltece o pioneirismo do projeto na região. “Temos muitos exemplos de hortas urbanas na região, mas somos uma das primeiras Prefeituras a tomar a frente de um projeto como esse”.

Enedina destaca que o programa é realizado a partir de uma organização social do bairro junto aos equipamentos públicos e que a adesão é voluntária. “As mulheres são a maioria e a produção é agroecológica, ou seja, dialoga com as questões ambientais e sociais”.

Para a coordenadora, o prefeito Edinho é um grande incentivador de iniciativas de segurança alimentar. “Ele sempre priorizou a segurança alimentar e a garantia do acesso a alimentos a toda população”. Cabe lembrar que o Banco de Alimentos foi idealizado nos primeiros mandatos do atual prefeito (2001-2008), que também assinou o termo de adesão ao Pacto de Milão em solenidade de aniversário do Banco de Alimentos no ano de 2019.