Araraquara é contemplada pelo Ministério da Saúde com projeto Farmácia Viva

O valor do recurso recebido foi de R$ 832.092,23

82

O projeto para implantação de uma Farmácia Viva pela Secretaria Municipal de Saúde de Araraquara foi selecionado pelo Ministério da Saúde, através do Edital SCTIE/MS nº 2, de 14/10/2020, a fim de garantir o acesso de usuários do SUS a fitoterápicos com qualidade, segurança e eficácia, conforme a Política e o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (PNPMF).
A fitoterapia é uma das modalidades da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares do Ministério da Saúde (PNPIC) e a implantação de uma Farmácia Viva era uma expectativa dos usuários da rede municipal de saúde, identificada na Conferência Municipal de Saúde. O valor do recurso recebido foi de R$ 832.092,23.
Serão disponibilizados quatro fitoterápicos, que são produtos obtidos de plantas medicinais, sendo eles preparações à base de erva-baleeira, espinheira-santa, guaco e erva-cidreira. Essa seleção foi feita levando em consideração a tradição cultural e popular da comunidade de Araraquara, o perfil epidemiológico, as necessidades de saúde da população e a promoção do uso racional de medicamentos.
O projeto visa potencializar as ações em fitoterapia no município, sendo elas o cultivo, beneficiamento, preparação, controle de qualidade, prescrição, dispensação e capacitação, a fim de garantir à população o acesso seguro e o uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos.
O projeto foi desenvolvido por uma equipe formada por uma cooperação entre instituições, com profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Araraquara, Departamento de Fármacos e Medicamentos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp Araraquara e da Pós-graduação em Fitoterapia e Prescrição de Fitoterápicos da Uniara.