Araraquara confirma mais sete mortes por Covid-19 nesta quinta -feira (25)

E ainda continuamos com 100% de ocupação de leitos nas utis e enfermaria

345

Araraquara registrou nesta quinta-feira, dia 25 de fevereiro, mais 121 casos positivos de Coronavírus, o equivalente a 37% de 360 amostras analisadas na Unesp e na UPA da Vila Xavier. Além destes, mais 35 foram positivados em laboratórios da rede complementar particular, totalizando 156 novos casos. Portanto, agora são 13.978 casos em Araraquara.

 

Do total de confirmados, 1.318 permanecem em quarentena e 12.468 já saíram. Aguardam resultado de exames 390 amostras.

 

Hoje, 247 pacientes estão internados. Destes, 172 estão em enfermaria – 4 suspeitos e 168 confirmados. E 75 estão na UTI – 2 suspeitos e 73 confirmados. Do total de 247 internados, 206 são moradores de Araraquara e 41 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade.

 

Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de  100% de leitos de enfermaria e 100% de UTI.

 

Hoje, a Santa Casa de Araraquara tem 22 pacientes internados com Covid-19, a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 25 pacientes e o Hospital de Campanha tem 42 pacientes.

 

Foram notificados, até o momento, 192 óbitos decorrentes de Coronavírus.

 

Os 7 óbitos mais recentes são:

 

Mulher, 54 anos, sem comorbidades, internada em hospital privado desde 12 de fevereiro.

Homem de 71 anos, com comorbidades, internada em hospital privado desde o dia 1 de fevereiro

Mulher de 68 anos, com comorbidades, internado em hospital público desde o dia 19 de fevereiro

Homem de 63 anos, com comorbidades, internado em hospital público desde o dia 20 de fevereiro.

Mulher de 60 anos, com comorbidades, internada em hospital público desde 5 de fevereiro.

Mulher de 67 anos, com comorbidades, internada em hospital privado desde o dia 7 de fevereiro.

Mulher de 63 anos, com comorbidades, internada em hospital privado desde o dia 15 de fevereiro.

 

Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.