Select Page

Projeto ‘Peruquinhas de Fios’ completa um ano



O projeto visa à autoestima de crianças que estão em fase de tratamento contra o câncer

Projeto ‘Peruquinhas de Fios’ completa um ano

“Peruquinhas de Fios” surgiu em dezembro de 2017, quando a artesã Joanilda Pegoraro assistia uma reportagem sobre mulheres do Sul que faziam perucas para crianças e distribuíam pelos hospitais que tratam o câncer infantil. Ela percebeu que poderia ensinar outras pessoas a desenvolverem as peruquinhas e levou a ideia do projeto para as agentes comunitárias de saúde do Posto de Saúde da Família (PSF) no bairro Vale do Sol, onde reside. A comemoração de um ano do projeto será em 23 de março de 2019.

O projeto visa à autoestima de crianças que estão em fase de tratamento contra o câncer. As peruquinhas remetem aos cabelos coloridos de princesas e as touquinhas para os meninos aos super-heróis e personagens infantis.

As organizadoras conheceram a voluntária Verly Martins que lutava contra um câncer de mama e é mãe de Amandinha, que também lutava contra uma leucemia e está curada. Elas se tornaram parceiras e porta-vozes do projeto em Campinas, no Centro Boldrini, onde Amandinha faz tratamento. Lá foi entregue, no dia 18 de junho de 2018, a primeira remessa com 400 peruquinhas.

A última entrega foi no Hospital do Amor, em Barretos, onde foram distribuídas 550 peruquinhas. Contabiliza-se que já foram entregues aproximadamente 1.163 peruquinhas e touquinhas.

Na próxima semana, representantes do grupo voluntariado seguem para São Paulo, em visita ao Hospital Santa Marcelina, onde serão entregues 808 peruquinhas e touquinhas. Mais 130 peças serão destinadas para Mogi das Cruzes, com doação de leite, gelatina e suplemento alimentar para crianças carentes em tratamento; outras 100 peças serão enviadas para o Grupo de Assistência à Criança com Câncer (GACC) de São José dos Campos. A Lupo doará também 900 pares de meias.

Hoje o projeto voluntariado conta com 60 colaboradoras e colaboradores que confeccionam as peruquinhas e touquinhas com apoio da Liga Araraquarense de Combate ao Câncer (Lacca) e da Casa Mater, e homenageia a saudosa professora Camila Mazzeu, que lutou por muitos anos contra a doença e foi a criadora do projeto “Corajosas”.

O vereador José Carlos Porsani (PSDB) foi conhecer o projeto e se encantou. Estará colaborando com a intermediação de um ônibus para o traslado do voluntariado.

O projeto “Peruquinhas de Fios” se mantém vendendo rifas e qualquer pessoa pode participar e colaborar com doações de novelos de lã e outros itens. O contato pode ser efetivado através da página do projeto no Facebook. As reuniões para a confecção das peças acontecem todas as segundas-feiras, das 8 às 10 horas, e quartas-feiras, das 14 às 16 horas.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos