Select Page

Fundo Social reforça apelo em campanha do agasalho



Até o dia 29 de junho, Araraquara disponibiliza mais de 100 postos de coleta para receber doações de itens de inverno

Fundo Social reforça apelo em campanha do agasalho

Vai até o dia 29 de junho em Araraquara a Campanha do Agasalho 2019, que teve início em 27 de março e projeta arrecadar este ano 100 mil itens de inverno, entre peças de roupas, cobertores e calçados. Em 2018, a arrecadação contabilizou 93 mil itens.
Sob o tema “Fortaleça esta rede do bem”, a campanha do Fundo Social de Solidariedade tem mais de 100 postos de coleta espalhados pela cidade à espera das doações.
De acordo com a presidente do Fundo Social, Cidinha Silva, a previsão é de queda brusca na temperatura este ano, o que reforça a importância das doações.
“Estamos precisando muito da solidariedade da população. Como todos temos em casa roupas, agasalhos e cobertores, dentre outras coisas que não usamos mais, é importante praticar o desapego.  Precisamos de todo tipo de roupas e calçados, mas principalmente de cobertores e roupas infantis”, reitera Cidinha.
A presidente do Fundo Social acrescenta que Araraquara contabiliza atualmente cerca de duas mil famílias, que somam entre 10 mil e 12 mil pessoas, vivendo em estado de vulnerabilidade econômica extrema, além de moradores de rua.
Os postos voluntários de coleta estão espalhados em órgãos municipais, como Prefeitura, Guarda Municipal, escolas e creches, além da Câmara Municipal e instituições estaduais – escolas, Polícia Militar, Polícia Rodoviária e Corpo de Bombeiros – e também em escolas particulares, igrejas e lojas comerciais.

Interação
Cidinha Silva reitera que o Fundo Social pede a colaboração, também, de empresas e sindicatos de Araraquara, além da população.
“É que além das famílias em estado de extrema vulnerabilidade social, temos outras famílias e pessoas vulneráveis no município”, ressalta.
Todas as peças coletadas são direcionadas ao Fundo Social para triagem, contagem e posterior distribuição às pessoas e famílias através das mais de 100 entidades assistenciais cadastradas no município.
Os produtos também são repassados via Cras – Centros de  Referência da Assistência Social – e quem quiser ainda pode doar alimentos. Se preferir, basta ligar para o Fundo Social (3331-5406) que as doações são recolhidas em domicílio.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos