Selecione a página

Fundo Social projeta arrecadar 100 mil peças em campanha

Fundo Social projeta arrecadar 100 mil peças em campanha

Até o dia 29 de junho, o Fundo Social de Solidariedade projeta arrecadar mais de 100 mil peças de roupas, cobertores e calçados, durante a Campanha do Agasalho 2019. No ano passado, foram arrecadadas quase 93 mil peças destes itens.

 

Lançada no último dia 27 de março, sob o tema “Fortaleça esta rede do bem”, a campanha tem mais de 100 postos de coleta espalhados por toda a cidade.

 

Em recente entrevista ao programa ‘Canal Direto com a Prefeitura’, a presidente do Fundo Social, Cidinha Silva, disse que Araraquara contabiliza atualmente cerca de duas mil famílias, somando entre 10 mil e 12 mil pessoas, que vivem em estado de vulnerabilidade econômica extrema, além dos moradores de rua.

 

“Às vezes, a cidade passa por oscilações climáticas diárias, chegando às quatro estações do ano num mesmo dia, ou ter dias muitos frios durante o inverno. Por isso, precisamos da solidariedade da população de Araraquara, que é muito grande”, afirmou.

 

Os postos voluntários de coleta estão espalhados entre órgãos municipais, como Paço Municipal, Guarda Municipal, escolas e creches, além da Câmara Municipal e instituições estaduais – escolas, Polícia Militar, Polícia Rodoviária e Corpo de Bombeiros e também em escolas particulares, algumas igrejas e lojas comerciais.

 

“A gente precisa de todo tipo de roupa para pessoas de todas as idades, inclusive bebês, e também cobertores. Mas não necessariamente somente de roupas de inverno”, acrescentou Cidinha.

 

Mutirão

 

O apelo é para aquelas pessoas que normalmente possuem uma peça “esquecida” no guarda-roupa, que pode fazer uma grande diferença na vida de muita gente.

 

“Estamos pedindo a colaboração também de empresas e sindicatos de Araraquara, porque além das duas mil famílias em estado de extrema vulnerabilidade social, ainda temos muitas outras famílias e pessoas vulneráveis no município”, reiterou.

 

Todas as peças coletadas são direcionadas ao Fundo Social para triagem, contagem e posterior distribuição a pessoas e famílias através das mais de 100 entidades assistenciais cadastradas no Fundo Social.

 

Os produtos também são repassados via Cras (Centros de Referência da Assistência Social) e quem quiser também pode doar alimentos. Se preferir, pode ligar para o Fundo Social (3331-5406), que busca em domicílio as doações.

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade