Select Page

Quebra queixo – Regra de ouro



Regra de ouro O próximo presidente da República estreará no governo com um desafio: terá de conseguir, nos seis primeiros meses, a aprovação pelo Congresso Nacional de um crédito extraordinário de R$ 258,1769 bilhões para evitar o descumprimento da regra de ouro e garantir a continuidade de despesas essenciais, como o pagamento dos benefícios da […]

Regra de ouro

O próximo presidente da República estreará no governo com um desafio: terá de conseguir, nos seis primeiros meses, a aprovação pelo Congresso Nacional de um crédito extraordinário de R$ 258,1769 bilhões para evitar o descumprimento da regra de ouro e garantir a continuidade de despesas essenciais, como o pagamento dos benefícios da Previdência Social e do Bolsa Família.

Esse é o montante que o próximo governo terá de emitir em títulos públicos para poder financiar despesas correntes (do dia a dia) porque as receitas de impostos e contribuições são insuficientes para cobrir esses gastos.

Alckmin liberado

Por unanimidade, os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) rejeitaram um questionamento feito pelo presidenciável Henrique Meirelles (MDB) contra a coligação de Geraldo Alckmin (PSDB).

O MDB apontou um problema formal e contestou informações prestadas por alguns partidos que fizeram aliança com o tucano, que não escreveram em ata os nomes de todas as siglas com quem estavam se unindo.

O objetivo de Meirelles com a contestação era diminuir o número de partidos coligados com o PSDB e, com isso, reduzir em 35% o tempo de Alckmin na propaganda na TV e no rádio.

Lula ferrado

A juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara Federal – Execução Penal – cobrou na quinta-feira (30), R$ 31 milhões do ex-presidente Lula. O valor é parte da pena da pena imposta no caso triplex, que levou o petista para a prisão em abril.

Lula foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Os R$ 31 milhões são o montante atualizado “dos valores devidos a título de custas (R$ 99,32), multa (valor total de R$ 1.299.613,46) e reparação do dano (R$ 29.896.000,00)”. A juíza mandou abrir uma conta de depósito judicial para o recolhimento dos valores devidos.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Culpado

Publicidade

Arquivos