Select Page

Quebra Queixo – Doria condenado



Doria condenado Candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, João Doria foi condenado nessa sexta-feira (24) pela 11ª Vara da Fazenda Pública do Estado a perda dos direitos políticos por quatro anos. A decisão da juíza Carolina Martins Cardoso foi publicada no site do Tribunal de Justiça de São Paulo. Mas, cabe recurso. A […]

Doria condenado

Candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, João Doria foi condenado nessa sexta-feira (24) pela 11ª Vara da Fazenda Pública do Estado a perda dos direitos políticos por quatro anos.

A decisão da juíza Carolina Martins Cardoso foi publicada no site do Tribunal de Justiça de São Paulo. Mas, cabe recurso.

A condenação de Doria aconteceu por conta de uma denúncia de improbidade administrativa. Enquanto prefeito de São Paulo, o tucano usou o símbolo “SP Cidade Linda” em ações da prefeitura, como forma de “publicidade”.

Vale ressaltar que Doria pode continuar fazendo campanha, uma vez que a condenação foi em 1ª instância.

310 impugnações

O Ministério Público Eleitoral (MPE) identificou irregularidades em 1.077 registros de candidaturas, número que corresponde por 5% dos cerca de 20 mil registros disponibilizados pela Justiça Eleitoral em todo o Brasil. Dentro disso, já foram apresentadas 310 ações de impugnação (contestação).

Segundo a assessoria do órgão, que divulgou o dado nessa sexta-feira (24), as apurações são parciais e consideram as contestações apresentadas até 20 de agosto em relação a candidaturas majoritárias e proporcionais.

O último dia 15 foi o prazo final para que candidatos registrassem seus pedidos de candidatura na Justiça Eleitoral.

“Lula vagabundo”

Jair Bolsonaro fez na manhã dessa sexta-feira (24) uma carreata pelas ruas de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. O candidato do PSL à Presidência da República fez um discurso e atacou o ex-presidente Lula, candidato ao mesmo cargo pelo PT.

“Um presidiário ocupando espaço em rádios, jornais e televisões como possível candidato. Vagabundo tem que estar preso e não concorrendo à eleição presidencial. Isso é uma vergonha. Instituto de pesquisa botando nome desse malandro, desse bandido, desse presidiário e mentindo no tocante às urnas”, disse Bolsonaro, antes de citar as pesquisas de intenção de votos. “Eu não acredito em pesquisa de institutos. A nossa pesquisa está aqui no meio de vocês”, falou Jair.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Culpado

Publicidade

Arquivos