Select Page

Quebra queixo – Corrida eleitoral



Corrida eleitoral Pesquisa encomendada pela XP Investimentos e realizada pelo Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas), entre os dias 23 e 25 de julho, traz novos números da corrida presidencial. Segundo o levantamento, que ouviu mil pessoas, em entrevistas feitas por telefone, o deputado Jair Bolsonaro continua na liderança, no cenário sem Lula […]

Corrida eleitoral

Pesquisa encomendada pela XP Investimentos e realizada pelo Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas), entre os dias 23 e 25 de julho, traz novos números da corrida presidencial.

Segundo o levantamento, que ouviu mil pessoas, em entrevistas feitas por telefone, o deputado Jair Bolsonaro continua na liderança, no cenário sem Lula e sem candidato do PT, com 23%. Ele é seguido por Marina Silva, com 12%, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin, com 10%, Alvaro Dias (Pode), 5%; Henrique Meirelles (MDB), 2%; Manuela D’Ávila (PCdoB), 2%; e Guilherme Boulos (Psol), 1%. Os não votos (nulos, brancos ou não sabe) somam 34%. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Dodge faz valer

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou nessa sexta-feira (27) que o Ministério Público irá ajuizar ações judiciais de impugnação contra todos os candidatos cuja candidatura esteja vetada pela Lei da Ficha Limpa, incluindo os condenados por órgão colegiado. Ela manteve reunião com todos os procuradores regionais eleitorais.

“Assinei uma instrução normativa no âmbito da [minha] atribuição eleitoral que visa instruir os procuradores regionais eleitorais sobre uma questão que é importante. […] Orienta que todos os promotores e procuradores ajuízem ação de impugnação ao registro, com base na lei complementar 64, [como na] existência de condenação transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado.”

Esqueceram de assinar?

O ex-prefeito João Doria (PSDB) usou a estrutura da Prefeitura de São Paulo para divulgar a marca de um empresário amigo em uma parceria nunca firmada. O projeto deveria ser realizado em conjunto com a Ultrafarma e previa o plantio de 600 mil árvores na cidade – 150 mil só no ano passado.

O compromisso nunca foi assinado, mas Doria usou meios de comunicação e até plantas de um viveiro da prefeitura em eventos que divulgavam o nome da marca, o que se reverteu em massiva publicidade positiva para a empresa. Sidney Oliveira, dono da empresa, é o amigo de Doria que chamou a atenção ao comprar placas de publicidade em estádios para doar propaganda do programa vitrine de zeladoria da gestão tucana em jogos da seleção brasileira.

Padre tarado

O padre, de 70 anos, Paolo Glaentzer, foi flagrado abusando de uma menina de apenas 10 dentro de um carro em Prato, nos arredores de Florença, centro-norte da Itália.

O episódio ocorreu na última segunda-feira (23), no estacionamento de um supermercado. Um transeunte percebeu algo estranho no veículo e foi até lá. Ao ver o que estava ocorrendo, abriu a porta do carro e puxou a criança para fora.

A confusão acabou atraindo a atenção de moradores, e o padre esteve à beira de ser linchado, mas a polícia interveio e o prendeu em flagrante, sob a acusação de violência sexual agravada.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos