Selecione a página

Quebra Queixo

Foto: Portal RCI/Araraquara

Foto: Portal RCI/Araraquara

Que dureza

O vereador José Carlos Porsani (PSDB) precisou empurrar o carro para chegar até a Estação de Tratamento de Esgoto de Araraquara, devido à má conservação do acesso. Os tucanos Porsani e Jéferson Yashuda estiveram na estação nessa quinta-feira (10) para conferirem onde estão sendo utilizados os recursos de mais de um R$ 1milhão autorizados pela Câmara para melhorias no local.

Desta vez, parece que o vereador teve que suar a camisa no cumprimento de sua função de fiscalizar o Executivo.

Campanha do bem

Estão disponíveis nos carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) as folhas contendo informações sobre a campanha “IPTU Solidário”, proposta pela vereadora Juliana Damus (Progressistas), atendendo à sugestão do grupo Chá de Lenços Único, e que consiste em doações espontâneas a instituições que acolhem e tratam pessoas com câncer.

O assunto foi debatido pela parlamentar em reunião com o prefeito Edinho Silva (PT) na sexta-feira (4). A Prefeitura prevê uma campanha de divulgação, assim como aconteceu no ano passado, com a “Modelo de Solidariedade”.

“No carnê do IPTU, consta uma folha com todas as informações da campanha, inclusive com o número da conta, para a pessoa doar quanto quiser e puder”, explica a vereadora.

As arrecadações serão destinadas para a conta de um fundo municipal criado especialmente para este fim e repassadas às Ongs do município que assistem pessoas em tratamento contra o câncer. Novamente neste ano, as entidades beneficiadas serão a Liga Araraquarense de Combate ao Câncer (Lacca) e o Espaço Esperança.

Como evitar picadas de escorpião

O período do verão – entre dezembro e março – exige maior cuidado dos brasileiros em relação aos acidentes com escorpiões, já que o clima úmido e quente é considerado ideal para o aparecimento desse tipo de animal peçonhento, que se abriga em esgotos e entulhos. A limpeza do ambiente e a adoção de hábitos simples, de acordo com o Ministério da Saúde, são fundamentais para prevenir picadas.

No ambiente urbano, a orientação para evitar a entrada de escorpiões em casas e apartamentos é usar telas em ralos de chão, pias e tanques, além de vedar frestas nas paredes e colocar soleiras nas portas. Os cuidados incluem ainda afastar camas e berços das paredes e vistoriar roupas e calçados antes de usá-los. Já em áreas externas, a principal dica é manter jardins e quintais livres de entulhos, folhas secas e lixo doméstico.

Gleisi quer guerra

A viagem da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, à posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, rende-lhe agora uma representação criminal na Procuradoria-Geral da República impetrada pelo MBL.

Segundo a Folha de S. Paulo, o movimento alega que a líder petista teria infringido o Artigo 8 da Lei de Segurança Nacional, segundo o qual é crime “entrar em entendimento ou negociação com governo ou grupo estrangeiro, ou seus agentes, para provocar guerra ou atos de hostilidade contra o Brasil”. O MBL afirma ainda que, além da ida a Caracas, o PT estaria colaborando para que o regime de Maduro acentue sua hostilidade ao governo brasileiro devido às críticas do partido ao Grupo de Lima, do qual o Brasil é signatário, que não reconhece o terceiro mandato do governante venezuelano.

Loures ‘malão’

Em alegações finais, o Ministério Público Federal em Brasília pediu a condenação do ex-assessor da Presidência da República Rodrigo da Rocha Loures no processo em que é acusado de receber uma mala de R$ 500 mil de delatores da JBS supostamente para o ex-presidente Michel Temer (MDB). Em 28 páginas, o procurador Carlos Henrique Martins Lima pede que ele seja sentenciado pelo crime de corrupção passiva.

Em abril de 2017, Rocha Loures foi filmado em ação controlada da Polícia Federal recebendo uma mala de R$ 500 mil do executivo Ricardo Saud. Ele foi um dos alvos da Operação Patmos, deflagrada em maio daquele ano. Ele foi denunciado, ao lado de Michel Temer, pela suposta propina. No entanto, para o ex-presidente, a abertura de ação foi barrada em votação na Câmara Federal.

Amigo de Messias

A Petrobras ainda vai submeter o nome do amigo do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Victor Guerra Nagem, aos procedimentos de governança da companhia, que inclui a apreciação pela Diretoria Executiva, pelo Comitê de Indicação, Remuneração e Sucessão e pelo Conselho de Administração, informou a assessoria da estatal, sobre a polêmica indicação feita por Bolsonaro e questionada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP). Segundo a federação, ele não preenche os requisitos do cargo.

“Segundo a FUP, para assumir a vaga cujo salário gira em torno dos R$ 50 mil, Nagem teria que ter pelo menos 10 anos de experiência gerencial na área em empresa de grande porte nacional ou internacional, o que não seria o caso do amigo do presidente. Com informações do Estadão Conteúdo.

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade