Select Page

Quebra que o povo gosta



O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse nessa terça (6) que a autorização do ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), de quebrar o sigilo bancário do presidente Michel Temer é uma decisão singular e surpreendeu o governo. Segundo ele, além de ser a primeira quebra de sigilo de um presidente no […]

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse nessa terça (6) que a autorização do ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), de quebrar o sigilo bancário do presidente Michel Temer é uma decisão singular e surpreendeu o governo. Segundo ele, além de ser a primeira quebra de sigilo de um presidente no exercício do cargo, não houve requerimento da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para que houvesse a determinação. “Ela [a decisão] é singular, nunca aconteceu ainda, por certo não é algo que agrada”, disse Padilha, antes de palestrar na Câmara dos Deputados sobre desburocratização. Questionado se Temer irá recorrer ao plenário ou a uma das turmas do STF, ele disse que o presidente não tem se mostrado com vontade de recorrer. “Em que pese ser um fato anômalo, ele está compreendido neste quadro político atual, que quando o governo tem um fato que é altamente positivo, sempre acaba aparecendo um negativo”.

Pesquisa

O ministro também comentou levantamento da CNT/MDA que aponta que a gestão Michel Temer é ruim ou péssima para 73,3% dos entrevistados. Somente 4,3% consideram o governo ótimo ou bom — em setembro eram 3%. Padilha destacou o crescimento. “O que nós vimos é que melhorou. Quanto melhorou é questão de tempo”, disse, atribuindo o aumento a fatores econômicos.

Lula ainda respira

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, nessa terça-feira (6), que usará todos os recursos disponíveis para garantir sua candidatura à Presidência. Reunido com representantes da CMP (Central de Movimentos Populares) em São Paulo, Lula disse que estão tentando impedir a candidatura mais forte do campo da esquerda. Segundo relato do coordenador do movimento, Raimundo Bonfim, afirmou que vai levar a candidatura até as últimas consequências.

A conversa ocorreu durante o julgamento do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que negou por unanimidade o habeas corpus preventivo para evitar a prisão do petista antes de esgotados todos os recursos no caso do tríplex em Guarujá (SP).

Maia candidato

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que será pré-candidato à Presidência da República. A declaração foi dada durante entrevista à Rádio Bandeirantes.

Para Rodrigo Maia, a população brasileira já está cansada da polarização entre PT e PSDB. Ele considera que a sociedade quer alguém com “coragem” para enfrentar os problemas. O presidente da Câmara, no entanto, informou que a decisão acontecerá na convenção de seu partido.

Operação Delegada

Buscando uma coibição do descarte irregular de lixo, dos incêndios em terrenos baldios e das carcaças de veículos abandonados em vias públicas, o vice-presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Tenente Santana (MDB), indicou ao prefeito Edinho Silva (PT) a necessidade de ampliação do Programa “Operação Delegada”, aumentando o número de policiais militares atuantes, diariamente, para, no mínimo, mais uma equipe (2 PMs).

Segundo o parlamentar, os agentes atuariam na fiscalização e na adoção das medidas pertinentes, tais como identificação, registros e acionamento dos órgãos competentes para as demais providências cabíveis e necessárias.

Quebra que o povo gosta



Quebra que o povo gosta Pesquisa Lula ainda respira A conversa ocorreu durante o julgamento do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que negou por unanimidade o habeas corpus preventivo para evitar a prisão do petista antes de esgotados todos os recursos no caso do tríplex em Guarujá (SP). O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo […]

Quebra que o povo gosta

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse nessa terça (6) que a autorização do ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), de quebrar o sigilo bancário do presidente Michel Temer é uma decisão singular e surpreendeu o governo. Segundo ele, além de ser a primeira quebra de sigilo de um presidente no exercício do cargo, não houve requerimento da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para que houvesse a determinação. “Ela [a decisão] é singular, nunca aconteceu ainda, por certo não é algo que agrada”, disse Padilha, antes de palestrar na Câmara dos Deputados sobre desburocratização. Questionado se Temer irá recorrer ao plenário ou a uma das turmas do STF, ele disse que o presidente não tem se mostrado com vontade de recorrer. “Em que pese ser um fato anômalo, ele está compreendido neste quadro político atual, que quando o governo tem um fato que é altamente positivo, sempre acaba aparecendo um negativo”.

Pesquisa O ministro também comentou levantamento da CNT/MDA que aponta que a gestão Michel Temer é ruim ou péssima para 73,3% dos entrevistados. Somente 4,3% consideram o governo ótimo ou bom — em setembro eram 3%. Padilha destacou o crescimento. “O que nós vimos é que melhorou. Quanto melhorou é questão de tempo”, disse, atribuindo o aumento a fatores econômicos.

Lula ainda respira O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, nessa terça-feira (6), que usará todos os recursos disponíveis para garantir sua candidatura à Presidência. Reunido com representantes da CMP (Central de Movimentos Populares) em São Paulo, Lula disse que estão tentando impedir a candidatura mais forte do campo da esquerda. Segundo relato do coordenador do movimento, Raimundo Bonfim, afirmou que vai levar a candidatura até as últimas consequências.

A conversa ocorreu durante o julgamento do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que negou por unanimidade o habeas corpus preventivo para evitar a prisão do petista antes de esgotados todos os recursos no caso do tríplex em Guarujá (SP).

Maia candidato O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que será pré-candidato à Presidência da República. A declaração foi dada durante entrevista à Rádio Bandeirantes.

Para Rodrigo Maia, a população brasileira já está cansada da polarização entre PT e PSDB. Ele considera que a sociedade quer alguém com “coragem” para enfrentar os problemas. O presidente da Câmara, no entanto, informou que a decisão acontecerá na convenção de seu partido.

Operação Delegada Buscando uma coibição do descarte irregular de lixo, dos incêndios em terrenos baldios e das carcaças de veículos abandonados em vias públicas, o vice-presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Tenente Santana (MDB), indicou ao prefeito Edinho Silva (PT) a necessidade de ampliação do Programa “Operação Delegada”, aumentando o número de policiais militares atuantes, diariamente, para, no mínimo, mais uma equipe (2 PMs).

Segundo o parlamentar, os agentes atuariam na fiscalização e na adoção das medidas pertinentes, tais como identificação, registros e acionamento dos órgãos competentes para as demais providências cabíveis e necessárias.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos