Select Page

Da Gota



Um café da manhã nessa quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, celebrou o aniversário da Maternidade Gota de Leite e o primeiro ano como Hospital da Mulher e da Criança. Presente no evento, o prefeito Edinho elogiou toda a equipe da Gota e disse estar muito feliz com o fortalecimento do hospital. “O futuro da […]

Um café da manhã nessa quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, celebrou o aniversário da Maternidade Gota de Leite e o primeiro ano como Hospital da Mulher e da Criança. Presente no evento, o prefeito Edinho elogiou toda a equipe da Gota e disse estar muito feliz com o fortalecimento do hospital.

“O futuro da Gota é a sustentabilidade. Quanto mais os leitos forem ocupados, como está ocorrendo, mais autossustentável financeiramente ela será, mais seu futuro estará garantido. E quem ganha é Araraquara, quem ganha é o SUS [Sistema Único de Saúde] e todas as cidades da região que são atendidas. Parabéns a todos da Gota de Leite pelo trabalho”, disse o prefeito.

Elas no trânsito

As mulheres se envolvem menos em acidentes fatais de trânsito. Segundo o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo de São Paulo responsável pela gestão do Infosiga SP, apenas uma em cada cinco vítimas são mulheres. E a explicação está no comportamento mais prudente e na tendência de menor agressividade e competição nas ruas e estradas.

“Certamente, a relação de homens e mulheres com os veículos é muito diferente. Na maioria dos casos, vítimas do sexo feminino são pedestres ou passageiras, em pouquíssimos casos conduzem veículos em acidentes fatais”, explica a coordenadora do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, Silvia Lisboa.

Gordo na balança

O ex-ministro da Fazenda e ex-deputado federal Antônio Delfim Netto é alvo da Operação Buona Fortuna, na 49ª fase da Lava Jato, que cumpriu três mandados de busca e apreensão na capital paulista e mais seis em Guarujá (SP), Jundiaí (SP) e Curitiba, nessa sexta-feira (9). De acordo com as investigações, Delfim Netto é suspeito de receber 10% da propina paga por construtoras que atuaram na obra da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

O empresário Luiz Appolonio Neto, sobrinho do ex-ministro, também foi alvo da ação. O MPF apontou que pagamentos também eram feitos em dinheiro vivo e em depósitos a empresas de Appolonio Neto.

Delfim Netto teria recebido R$ 15 milhões do Consórcio Norte Energia (composto pelas empresas Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez, Odebrecht, OAS e J. Malucelli), por meio de contratos fictícios de consultoria. Além dos 10% remetidos ao ex-ministro, o consórcio teria enviado propina aos partidos PMDB e PT. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), cada um dos partidos recebeu 45% dos valores.

Tá difícil

O PSB fechou as portas para o presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, contra a vontade do maior aliado do tucano entre os socialistas, o vice-governador paulista Márcio França. Com o veto do partido a uma aliança com Alckmin e sem o apoio do PSDB à sua pré-candidatura a governador, França namora outros presidenciáveis, entre eles o senador Álvaro Dias, do Podemos. Ele nega que as articulações indiquem uma traição ao “padrinho” tucano, mas admite o desconforto. “Vamos fazer de um jeito que diminua o constrangimento”, disse França.

O primeiro revés para o vice-governador veio no último fim de semana, quando o congresso nacional do PSB aprovou uma resolução antitucanos: a sigla não apoiará candidato a presidente que defenda as reformas da Previdência e trabalhista ou que pregue as privatizações da Eletrobras e da Petrobras. Apesar de não explicitar o nome do governador paulista, o texto mirou as pretensões de França em levar o PSB a apoiar o PSDB.

Da Gota



Um café da manhã nessa quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, celebrou o aniversário da Maternidade Gota de Leite e o primeiro ano como Hospital da Mulher e da Criança. Presente no evento, o prefeito Edinho elogiou toda a equipe da Gota e disse estar muito feliz com o fortalecimento do hospital. As mulheres se […]

Da Gota

Um café da manhã nessa quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, celebrou o aniversário da Maternidade Gota de Leite e o primeiro ano como Hospital da Mulher e da Criança. Presente no evento, o prefeito Edinho elogiou toda a equipe da Gota e disse estar muito feliz com o fortalecimento do hospital.

“O futuro da Gota é a sustentabilidade. Quanto mais os leitos forem ocupados, como está ocorrendo, mais autossustentável financeiramente ela será, mais seu futuro estará garantido. E quem ganha é Araraquara, quem ganha é o SUS [Sistema Único de Saúde] e todas as cidades da região que são atendidas. Parabéns a todos da Gota de Leite pelo trabalho”, disse o prefeito.

Elas no trânsito

As mulheres se envolvem menos em acidentes fatais de trânsito. Segundo o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo de São Paulo responsável pela gestão do Infosiga SP, apenas uma em cada cinco vítimas são mulheres. E a explicação está no comportamento mais prudente e na tendência de menor agressividade e competição nas ruas e estradas.

“Certamente, a relação de homens e mulheres com os veículos é muito diferente. Na maioria dos casos, vítimas do sexo feminino são pedestres ou passageiras, em pouquíssimos casos conduzem veículos em acidentes fatais”, explica a coordenadora do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, Silvia Lisboa.

Gordo na balança

O ex-ministro da Fazenda e ex-deputado federal Antônio Delfim Netto é alvo da Operação Buona Fortuna, na 49ª fase da Lava Jato, que cumpriu três mandados de busca e apreensão na capital paulista e mais seis em Guarujá (SP), Jundiaí (SP) e Curitiba, nessa sexta-feira (9). De acordo com as investigações, Delfim Netto é suspeito de receber 10% da propina paga por construtoras que atuaram na obra da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

O empresário Luiz Appolonio Neto, sobrinho do ex-ministro, também foi alvo da ação. O MPF apontou que pagamentos também eram feitos em dinheiro vivo e em depósitos a empresas de Appolonio Neto.

Delfim Netto teria recebido R$ 15 milhões do Consórcio Norte Energia (composto pelas empresas Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez, Odebrecht, OAS e J. Malucelli), por meio de contratos fictícios de consultoria. Além dos 10% remetidos ao ex-ministro, o consórcio teria enviado propina aos partidos PMDB e PT. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), cada um dos partidos recebeu 45% dos valores.

Tá difícil

O PSB fechou as portas para o presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, contra a vontade do maior aliado do tucano entre os socialistas, o vice-governador paulista Márcio França. Com o veto do partido a uma aliança com Alckmin e sem o apoio do PSDB à sua pré-candidatura a governador, França namora outros presidenciáveis, entre eles o senador Álvaro Dias, do Podemos. Ele nega que as articulações indiquem uma traição ao “padrinho” tucano, mas admite o desconforto. “Vamos fazer de um jeito que diminua o constrangimento”, disse França.

O primeiro revés para o vice-governador veio no último fim de semana, quando o congresso nacional do PSB aprovou uma resolução antitucanos: a sigla não apoiará candidato a presidente que defenda as reformas da Previdência e trabalhista ou que pregue as privatizações da Eletrobras e da Petrobras. Apesar de não explicitar o nome do governador paulista, o texto mirou as pretensões de França em levar o PSB a apoiar o PSDB.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos