Select Page

Vereador Magal entra em campo e chama audiência pública das Ligas de futebol

Vereador Magal entra em campo e chama audiência pública das Ligas de futebol

Suze Timpani

Após as denúncias que a ex-presidente e diretora do ‘Campo Odair Pavanelli’ (Atlética Ferroviária Araraquara), Cidinha Pavanelli, fez ao Jornal O Imparcial e ao Ministério Público sobre as irregularidades nas ligas do futebol amador da cidade, o vereador Cabo Magal Verri (MDB), pediu uma audiência pública para apuração dos fatos. Magal, que já foi jogador do futebol amador como zagueiro, resolveu entrar nessa ‘bola dividida’, e certamente fará um gol em nome do esporte da cidade.
Magal disse à reportagem que quer apurar todas as denúncias, pois o amador da cidade tem que estar legalizado. “O estatuto para o amador mudou e temos que acompanhar”.

Para dar explicações, Magal oficiou os responsáveis pelas ligas LAF e LEFEMARA, além do secretário de Esporte Everson Inforsato (Dicão), do Prefeito Edinho Silva e representantes da categoria do esporte amador em geral. A audiência acontecerá no dia 13 de agosto às 19h, na Câmara Municipal.

Entenda o caso

Em 30 de janeiro de 2018, o prefeito Edinho Silva, o vereador Zé Luiz (PPS), o secretário de Esporte e Lazer Everson Inforsato (Dicão) e o presidente da Lefemara (Liga Esportiva de Futebol e Eventos do Município de Araraquara), Ronaldo Soares, participaram de uma reunião que tratou dos detalhes do planejamento para este ano, desde os torneios de categorias de base até o campeonato amador principal.

O Ministério Público do Estado de São Paulo determinou que as ligas organizadoras e clubes participantes dos campeonatos precisam estar com todos os documentos em dia. A Lefemara, por ser uma instituição privada, constituída de CNPJ, mostrou essa documentação, porém ela não é registrada na Federação Paulista de Futebol.

Quem é detentora desse registro é a Liga Araraquarense de Futebol (LAF), que há muitos anos é cadastrada, mas também está irregular, por falta de pagamento. A LAF representou no seu último registro 61 times de futebol que englobavam cidades como Matão, Trabijú, Motuca, Américo Brasiliense, Descalvado e Gavião Peixoto. Acontece que todos esses times, teriam que competir em um campeonato amador oficializado pela Federação Paulista de Futebol, o campeão e o vice conquistariam o direito para disputar o campeonato amador do estado de São Paulo, só que não disputam isso desde 2015.

Cidinha afirma que dos 18 times que disputaram o campeonato em 2017 pela Liga, apenas nove têm registros na federação na última lista representados pela LAF, portanto, um campeonato irregular, não reconhecido pela Federação Paulista, desde 2015.

Advertisement

Últimos Vídeos

Loading...

Arquivos