Selecione a página

Simioni diz que Prefeitura acumula 13 milhões por mês de dívida

Vereador demonstra preocupação com aumento do déficit do Município e promete fiscalização rigorosa

É dramática a situação financeira da Prefeitura, conforme avalia o vereador Donizete Simioni (PT), após acompanhar Audiência Pública de Prestação de Contas do segundo quadrimestre, que ocorreu na Câmara Municipal na tarde de terça-feira 30 de setembro.
Com dívidas acumuladas no montante de R$ 166 milhões, sendo R$ 106 apenas de 2014, a situação tem se agravado a cada ano e não há perspectivas de melhora, pois, segundo Simioni, “o governo municipal ainda não fez o exercício de entrar na máquina administrativa, rever contratos, diminuir o número de comissionados e cortar ‘na carne’ os custos que contribuem para tal endividamento”.
Simioni questionou o secretário da Fazenda, Roberto Pereira, acerca do comprometimento da dívida no pagamento do salário dos funcionários – inclusive com a aproximação do 13º, bem como aos fornecedores, principalmente na merenda, pois “temos recebido várias denúncias de redução na merenda escolar e não podemos admitir que a má gestão deste governo prejudique a alimentação de nossas crianças”.
Pereira confirmou a dificuldade financeira e disse que “o fechamento previsto para 2014 será ainda mais difícil que o de 2013”, embora tenha afirmado que a folha de pagamento dos servidores esteja “sob controle”, assim como recursos da merenda, mas revelou que tais dificuldades encontradas têm se refletido no pagamento a fornecedores. Muitas dívidas estão sendo negociadas e parceladas.
Donizete Simioni conclui que “vai continuar fiscalizando e trazendo à população sua avaliação deste descontrole que se reflete diretamente nos serviços prestados à população, como vimos nas recentes crises encontradas no atendimento das UPAS da cidade”.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade