Selecione a página

Saba José Harb é o novo presidente do PP

“Estamos inovando e renovando em Araraquara. As pessoas que saíram, saíram porque quiseram”

Ontem, Valmir Moreira acompanhado de Saba José Harb estiveram na redação d’O Imparcial para desmentirem que não fazem de nenhuma coalizão de partidos para a próxima eleição e que se essa coalizão existe, eles a desconhecem. O PP é um partido independente que renovou completamente as suas fileiras.
Outro motivo da visita foi o de informar que desde o o dia 1º de maio o novo presidente do PP, Partido Progressista é Saba José Harb e que seu antecessor Davi Fante achou por bem não entrar na disputa já que pretende trabalhar a nível estadual na Juventude do Partido.
Valmir conta que Saba é advogado, comerciante e empresário e milita na política araraquarense há muitos anos. “ É um dinossauro da política. Foi presidente de entidade de classe, mas andava desacreditado da política até que voltou para a política no PP, como filiado e quando houve uma intervenção no PP em Araraquara e Davi Fante foi nomeado “interventor” no final de 2103, embora De Santi incentivasse sangue novo e Fante não quisesse que o partido rachasse, Feiz Mattar e Porsani acabaram saindo do PP, embora algumas pessoas tenham entendido que a intervenção fosse necessária naquele momento, como um dos fundadores, o Sr. Fúlvio e Malara”.
Escândalos
Questionados sobre como era fazer parte de um partido com tantos nomes envolvidos em escândalos, Valmir e Saba explicaram que hoje os nomes do PP nacional envolvidos em escândalos políticos são basicamente do Norte e Nordeste. “Quanto ao Paulo Maluf, este já se tornou uma lenda quando se fala em corrupção. Nós temos o compromisso do deputado Guilherme Mussi bem como do Maluf para mudarmos o Partido, mas sabemos que isso não vai acontecer da noite para o dia, pois ali algumas forças políticas que vão além da nossa vontade até sete palmos. Quando esse cara morrer você vai conseguir mudar como aconteceu no PMDB do caso Quércia, pois junto com o caso Quércia foram enterrados o caso Vasp, o caso BNDS, Banespa e assim vai. Marcelo Barbieri respirou aliviado!”.
Valmir ressalta que têm o compromisso da nova onda progressista, onde estão mudando e limpando o Partido. “Sempre digo que primeiro você limpa a sua casa, a sua rua, o seu bairro, a sua cidade, o seu estado e seu país. Nós estamos inovando e renovando em Araraquara . Não estamos limpando o Partido em Araraquara.É diferente.As pessoas que saíram, saíram porque quiseram, mas o PP, hoje no Brasil, já tem 25 processos internos de cassação dos seus deputados envolvidos m roubalheira. Isso mostra que o partido está se mexendo. A nova administração do partido não quer isso”.
O compromisso do PP é de renovação, tanto a nível estadual quanto regional. Em Araraquara não houve nenhum caso de processo de expulsão.
As pessoas que saíram mentiram dizendo que levaram 300 filiados, pois até o momento saíram 49 pessoas e entraram 85, sendo que 50, nunca entraram em política, mas que estão preocupadas com a situação da cidade. E tanto Saba quanto Valmir confirmam o ‘namoro’ com Lapena para que o mesmo venha para o partido como um novo filiado.
Questionado sobre o desejo de Lapena querer ser candidato a prefeito, Valmir diz que se ele vier para o PP, será muito bem-vindo e uma honra lançar o nome dele como prefeito. “Não tenho pudor nenhum em falar : quem é o candidato a prefeito pelo PP? Valmir Moreira. Mas se o Lapena vier para o PP não impondo a condição de ser prefeito, mas se acharmos que ele é que tem que ser o candidato não tenho ego nenhum em não ser o candidato”
Saba
Saba diz que a preocupação é ter um projeto de governo e devem entregar até o final uma proposta de governo para a população e que vão começar uma caravana nos bairros para ouvir a população. O plano será simples fácil, objetivo, econômico e que vai resolver . Bem ao estilo De Santi. “O compromisso da nova executiva, desse diretório novo, é resgatar a seriedade no trato com a coisa pública, pois é isso que está faltando. Não temos compromisso nenhum com o Valmirão, dele ser candidato e sim, em cima de uma proposta de projeto de governo para Araraquara que vai tratar a coisa de uma maneira mais séria, mais transparente e modernizada. Está faltando logística na administração”.
O PP hoje não tem compromisso com nenhum candidato. “Mas vai ter candidato. Vai ter uma chapa pura com candidato a prefeito,vice prefeito e vereadores. O objetivo com a chapa é fazer de 4 a 5 nomes.
Todos os candidatos do PP deverão passar por aulas de política e, se eleitos, não deverão sair dos cargos, a menos que renunciem.
De acordo com Valmir, todos os que foram candidatos merecem respeito. “Quanto a Edinho Silva foi um excelente prefeito em Araraquara e consegue descolar o nome dele do PT. Se o Edinho for candidato a prefeito em Araraquara nas próximas eleições nós temos que respeitar esse nome e nós não iremos procurar o PT para fazer acordo político. Se o PT nos procurar, nós vamos sentar e vamos ouvir, assim como ao PMDB, PRB. Agora não se pode sair na mídia como o PSDB está saindo dizendo que já existe uma coalizão dos partidos unidos. É mentira. O que está acontecendo é uma grande cortina de fumaça para tentar tapar um problema ou outro. Nossa cidade está uma calamidade. Quem for candidato a prefeito de nossa cidade merece o nosso respeito, sobretudo pela coragem e nós iremos, democraticamente, competir com eles nas urnas”.
Eduardo Henrique Cabrera assume o PEN
Valmir Moreira conta que quando foi convidado para ir para o PP a ideia inicial é que o PEN, Partido Ecológico Nacional, continuasse em mãos do seu irmão Orivaldo Moreira ou com algum amigo,enfim ainda sob o poderio dos mesmos de alguma forma, mas depois de conversar com Juliana Damus e com Saba entenderam que não deveriam ficar com vários partidos na mão e sim ter uma pluralidade, uma democracia.
Assim, uma boa escolha foi Eduardo Henrique Cabrera que trabalhou com Edinho Silva no PT, foi subprefeito de Bueno, é professor da Unesp, da USP de São Carlos. ‘Ligamos para o presidente do PEN e como não havia nenhum obstáculo, como tínhamos que fazer a prestação de contas do partido de 2014 até o dia 30 de abril, além de uma série de coisas, uma nova nominata foi feita. Também achamos por bem que meu irmão Orivaldo saísse da nova formação do PEN para que Cabrera se sentisse à vontade na nova posição”, diz Valmir acrescentando que Cabrera disse que o apoiaria no que quisesse fazer, mas sem que isso fosse um compromisso por ter assumido o PEN, mas sim um compromisso de projeto de trabalho.Valmir lembra aos desavisados que para ser presidente de um partido não precisa estar filiado ao mesmo. “Então, mesmo eu estando filiado no PP eu poderia ser presidente do PEN, mas não acho uma coisa certa”.
A nominata já foi entregue e Valmir e entrou na história do partido assinando a sua primeira prestação de contas.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade