Selecione a página

Nino deixa PMDB depois de 35 anos e assume presidência do PSB

PSB sai área de influência do PT, e entra na base de apoio a Barbieri. Nino continua no governo

Hamilton Mendes

O secretário de Governo Orlando Mengatti Filho, o Nino, assumiu a presidência da Executiva municipal do PSB, partido que desde o início dos anos 2000 gravitavana área de influência do PT, e tinha como presidente o jurista Sérgio Médici, vice-prefeito de Edinho Silva nas duas administrações do petista.

Filiado ao PMDB há 35 anos, Nino deixou a agremiação no final da tarde de ontem e já é oficialmente o novo presidente do PSB local. De acordo com o prefeito Marcelo Barbieri, que falou com a reportagem do O Imparcial na noite de ontem, Nino continuará na Secretaria de Governo, e o PSB, a partir de agora, engrossa as fileiras das agremiações políticas que dão sustentação a administração Barbieri.

“O Nino sempre foi um homem leal e de confiança. Ainda em dezembro, ele me procurou para dizer que tinha recebido um convite do deputado estadual Márcio França para assumir o PSB e que estava propenso a aceitar. Se o Nino entende que agora é o momento de fazer um movimento partidário desse porte, só posso manifestar meu apoio. E, além disso, é mais um grande partido que passa a compor com nosso governo, o que é uma grande notícia”, acrescentou.

Também sobre o assunto, o presidente do diretório local do PMDB, vereador Aluisio Braz, o Boi, revelou ao O Imparcial que já estava a par do movimento desde o mês de dezembro. “Um pouco antes de sair de férias o Nino me entregou uma carta pedindo sua desfiliação do PMDB, e me adiantou que tinha novos planos. Achei melhor esperar ele voltar, mas procurei o prefeito e ele concordou comigo. Hoje (ontem) ele voltou, me procurou e formalizou sua saída do PMDB”, explicou.

O Imparcial apurou no início da noite de ontem que a destituição da direção local do PSB foi formalizada há dias pela Executiva estadual do partido, e que a nominata com os novos dirigentes da agremiação em Araraquara já foi protocolada na Justiça Eleitoral, que publicou o ato nas páginas do TRE.

O movimento de bastidores que colocou Nino no comando do PSB de Araraquara esvazia um pouco mais as forças políticas em torno do PT local. Falando ao o Imparcial no final da tarde de ontem, Nino revelou já ter conversado com o ex-vereador Paulo Maranata, que recentemente foi citado pelo ex-presidente da legenda, Sérgio Médici, como provável candidato a deputado estadual pelo PSB na região.

Nino garantiu que se Maranata quiser, vai para a disputa. “Acordos já firmados devem ser honrados e ele pode contar conosco”, disse o secretário de governo, e novo presidente do PSB de Araraquara.

Com a entrada de Nino no PSB o governo Barbieri ganha um homem de 1º escalão na campanha presidencial de Eduardo Campos e Marina Silva. Em São Paulo, ao menos por enquanto, o PSB caminha lado a lado com o governador Geraldo Alckmin.

O novo vice-presidente do partido é o secretário municipal de Segurança, Cel. Spera. Os principais dirigentes do PSB de Araraquara eram o ex-vice-prefeito, Sérgio Médici, Santo Petroni e o doutor Nicolino Lia, marido da presidente da Executiva local do PT, a ex-vereadora, Márcia Lia.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade