Select Page

Advertisement

MP considera PDV inconstitucional e ofensa à lei de responsabilidade fiscal



Programa de Desligamento Voluntário institui indenizações milionárias a servidores municipais mais antigos

MP considera PDV inconstitucional e ofensa à lei de responsabilidade fiscal

Publicidade

Advertisement

O Promotor de justiça Dr. Raul de Melo Franco Junior, após apreciar o projeto do PDV (Programa de Desligamento Voluntário), proposto pela Prefeitura de Araraquara, emitiu um oficio para a Câmara Municipal, onde afirma que, o projeto padece de várias inconstitucionalidades e está sob pena de caracterização de crime de responsabilidade, pois é dotado de endividamento do erário, desproporcionalidade indenizatória e enriquecimento ilícito.

Caso o projeto seja aprovado pela Casa de Leis, e consequentemente, a promulgação da lei seja feita, a promotoria adotará medidas judiciais, seja em sede do controle da constitucionalidade ou ainda uma ação civil pública.
Para Dr. Raul demandas desse tipo podem criar, falsas expectativas e até frustração de milhares de servidores municipais.

Todos os detalhes, ponto a ponto, você poderá conferir na edição impressa do Jornal O Imparcial, nesta segunda-feira (25)

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Contas a pagar

Arquivos