Selecione a página

Médici comemora entrada de Marina no PSB

Ex-vice-prefeito de Araraquara revela que partido lançará candidato na cidade em 2014

Hamilton Mendes

A informação divulgada ontem de que ex-senadora Marina Silva acertou sua filiação ao PSB e o partido que ela tentava criar, a Rede Sustentabilidade, fará uma “coligação política e eleitoral” com os socialistas, balançou as estruturas politicas de todo o país, causando grande alvoroço em Araraquara.

Tornada pública na manhã desse sábado, a notícia acrescentava que assuntos relacionados à candidatura própria à Presidência em 2014 só serão discutidos efetivamente no ano que vem, mas já se falava abertamente que Marina teria recebido bem a ideia de sair como vice na chapa liderada por Eduardo Campos. A conversa entre Campos e Marina teria ocorrido durante a sexta-feira.

O presidente da Executiva local do PSB, doutor Sérgio Médici, declarou ontem a reportagem do O Imparcial que o ingresso da ex-senadora na agremiação é a realização de um antigo sonho. “Quando soube o resultado do julgamento da Rede na noite de sexta-feira, já comecei a pensei nessa possibilidade. Era o caminho mais natural, ela fez o certo. Ganha o PSB e ganha o processo eleitoral”, falou.

Perguntado pela reportagem sobre quando soube oficialmente da aproximação entre o PSB e Marina, o presidente local do PSB explicou que o assunto não vinha sendo tratado abertamente na agremiação.

“Sabíamos que a executiva nacional estava se mobilizando, mas não havia nada oficial, então preferimos aguardar os acontecimentos. Então, logo pela manhã, recebi uma ligação do presidente estadual do nosso partido, o deputado federal Márcio Fraga comunicando formalmente a entrada de Marina”, afirmou.

Fortalecimento do partido

Falando sobre o futuro do PSB em Araraquara, Médici foi bastante claro em destacar que o partido está se fortalecendo, e deve sim lançar candidato a deputado estadual na cidade. “Fizemos muitas filiações nos últimos meses na cidade. Vários nomes que disputaram as últimas eleições, e conseguiram bons resultados nas urnas, hoje já estão em nossas fileiras, como o Paulo Maranata”, relatou.

Afirmando que o partido começou há algum tempo a discutir internamente nomes com potencial de voto para 2014. “Com o Eduardo Campos e a Marina Silva como candidatos à Presidência, nosso partido ganha fôlego, força e passa a ser uma terceira via bastante viável para o ano que vem. Precisamos fazer palanque para o Campos e a Marina, e por isso teremos candidatura própria”, revelou.

Perguntado pela reportagem sobre como ficaria a antiga relação de proximidade, que sempre existiu entre o PSB e o PT, tanto a nível local, como estadual e nacional, Médice não se furtou a responder.

“Sempre fomos muito próximos do deputado estadual Edinho Silva, da Márcia Lia, e apoiamos os governos do Lula e da Dilma. Nossa aliança com eles foi muito positiva, mas agora, chegou nossa hora de voarmos mais alto. O PT vai compreender”, ressaltou o presidente local do PSB, que foi vice-prefeito de Araraquara nas duas administrações de Edinho Silva (2001/2004 – 2005/2008).

Além de Médici, o PSB local conta ainda com o médico Nicolino Lia em sua Executiva. Nicolino é marido da ex-vereadora Márcia Lia, candidata do PT à Prefeitura da cidade nas eleições de 2012.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade