Select Page

Márcia Lia denuncia uso indevido de equipamentos; Paulo Maranata diz que acusações são eleitoreiras



Maranata disse que essas acusações têm teor político eleitoral, e visam apenas plantar denúncias sem qualquer fundamento contra o governo Marcelo

Caminhão da prefeitura realiza serviço na sede de campo da SAAFA assessoria da vereadora Márcia Lia (PT) enviou, na tarde de ontem, para a redação de O Imparcial, várias fotos tiradas na manhã de ontem, denunciando a “utilização indevida de materiais, equipamentos e serviços públicos na sede de campo da SAAF, entidade presidida pelo secretário municipal de Serviços Públicos, Paulo Maranata. As fotos mostram um trator e uma caminhão basculante da prefeitura municipal realizando serviços de manutenção na referida entidade.

Procurado pela reportagem, Maranata disse que essas acusações têm teor político eleitoral, e visam apenas plantar denúncias sem qualquer fundamento contra o governo Marcelo. “É triste ver no que se transformou a política do PT em Araraquara, principalmente depois de um governo realizador, como foi o do Edinho. Hoje em dia, o PT mostrou que é partido de poucos nomes. Os demais integrantes da agremiação, como a Márcia Lia, por exemplo, não conseguem construir nada pela cidade, e somente se baseiam na agressão gratuita, na política baixa do denuncismo e na elaboração de planos orquestrados que visam apenas desestabilizar o governo Marcelo visando interesses próprios.”

Maranata lembra que atuou no governo Edinho, assessorando diretamente o Gabinete do Prefeito, e desde aquela época a Prefeitura sempre atendeu essas demandas de entidades, não há nada de errado nisso. “A SAAF é uma entidade com quase 40 anos de serviços prestados – começou com o saudoso vereador Darci Morales, e até hoje atende centenas de famílias, menores carentes e outros.”

Área pública
O secretário disse que é importante ressaltar que a sede da SAAF é uma área pública. “No local, funcionou por muitos anos a sede de campo da União dos Ferroviários da Araraquarense (UFA), que com o falecimento de grande parte de seus sócios ficou inviável e a Prefeitura acabou retomando a área.”

Maranata explica que como o local ficou abandonado 10 anos, as edificações estavam depredadas, com todos os vidros quebrados, com vazamentos, portas destruídas e muito mato, tudo estava em péssimo estado. “Para arrumar tudo por lá a Prefeitura teria que colocar muito dinheiro público, ficaria caro, então, o ex-prefeito Edinho resolveu entregar, através de um Decreto do Executivo, a área para a SAAF. Aquela foi a maneira encontrada pelo prefeito de viabilizar uma possibilidade de recuperar o local (que é muito grande e bonito) sem custos para o município”, lembra.

O presidente da entidade comenta que “de lá para cá, já se passaram 4 longos anos, e nesse tempo eu e meus companheiros de SAAF percorremos a cidade de ponta a ponta pedindo a colaboração de empresários, amigos e órgão diversos para obtermos a doação de tinta, material hidráulico, lâmpadas, vidros e tudo o mais que pudesse servir para recuperar as edificações do lugar, que afinal de contas, é uma área pública. Hoje, convido toda a imprensa de Araraquara para ver como está o lugar, como recuperamos aquele patrimônio público; está tudo novo, bem cuidado e sempre que solicitado, cedemos as instalações para eventos de interesse público ou de comunidades diversas”.

Maranata disparou contra o PT. “Trabalhei, e muito pelo governo Edinho, e agora estou novamente trabalhando muito pela cidade, só no governo Marcelo, e eles, do PT não se conformam com isso.

Eu, sinceramente, já esperava isso desde quando declarei meu apoio incondicional ao prefeito Marcelo para 2012. Acho, mesmo, que o Marcelo está fazendo um grande governo, um governo que vai entrar para a história da cidade, e foi por isso que declarei meu apoio ao Marcelo, o que eles, do PT, nunca aceitaram, eles nunca se conformaram com isso”.

Ele afirma que é empresário do ramo de eletricidade, e não precisa do dinheiro da política para viver, “ao contrário de muitos dos que estão tentando me detratar agora, que ou não tem emprego algum e vivem pagos por seus partidos para ficar o dia inteiro na internet falando mal dos outros; ou que são de famílias abastadas e fazem da política seu hobby. Sou empresário, penso como empresário e por isso, depois que assumi a Secretaria de Serviços, a Prefeitura já deixou de gastar mais de R$ 200 mil por mês em gastos com serviços de limpeza, poda e outros tipos. Estamos economizando dinheiro público ao mesmo tempo que estamos ampliando em mais de 200% a capacidade de produção da Secretaria”, afirmou.

E continua Maranata: “a SAAF, como entidade assistencial, não é minha, não visa lucro e não gera custos ao município, e não é porque ela é ligada a mim que não pode ser atendida pelo Poder Público, isso é um absurdo! Mas se é esse tipo de política que a oposição quer fazer na cidade, só posso dizer que estou muito triste pela cidade. Triste, porque Araraquara merece muito mais.

Porém, vou continuar trabalhando normalmente porque não tenho medo de denúncia alguma, porque não faço nada errado e nunca fiz. Agora, quero deixar aqui uma pergunta no ar: Quando eu estava na base de apoio do PT eu era o ‘Paulinho Maranata’, era o realizador, o homem que resolvia todos os problemas, o parceiro de todas as horas. E agora, que decidi dedicar todos os meus esforços para que o governo Marcelo seja tão realizador, ou mais realizador que o governo anterior, o PT resolveu que eu não sirvo mais, que eu sou inimigo”, desabafa.

Caluniadores de plantão
E conclui Maranata: “Olha, se ser um homem realizador a frente da coisa pública e um soldado do governo Marcelo significa estar na trincheira contrária dos caluniadores de plantão, pode dizer por aí que sou inimigo, sim! Costumo ser amigo de quem faz! Quem não faz, quem não realiza nada, quem só dedica seu tempo para caluniar os outros, pra mim não serve, e digo aqui que vou lutar muito para que Araraquara nunca caia nas mãos dessa gente, a população de Araraquara merece mais!”

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos