Selecione a página

Justiça condena Napeloso a mais de 7 anos de prisão em regime semiaberto

O filho do ex-vereador e um empresário também foram condenados por lavagem de dinheiro e fraude processual

Da redação
A 3ª Vara Criminal da Comarca de Araraquara divulgou nessa quinta-feira (28) a condenação do ex-vereador Ronaldo Napeloso a 7 anos de reclusão em regime semiaberto pelo crime de lavagem de dinheiro, além de outra condenação por fraude processual com pena de 7 meses, em regime aberto. O filho dele, Leonardo Napeloso e o empresário Ademir Trisólio também foram condenados.
Segundo o apurado, além da pena de reclusão, Napeloso foi condenado a pagar multas que somam 23 salários mínimos pelos dois crimes. A justiça confirmou a acusação sobre a aquisição feita por ele de um apartamento, localizado no Centro da cidade, que teria sido feita através de dinheiro de origem ilícita, relacionado à corrupção política. De acordo com a justiça, o valor de venda de R$ 300 mil do imóvel, não era compatível com as fontes de renda declaradas pelo ex-vereador na época.
Além do político, o filho dele, Leonardo Napeloso, foi condenado a três anos de reclusão, no regime semiaberto, e ao pagamento de multa de cinco salários mínimos. O empresário Ademir Trisólio foi condenado a três anos de prisão, no regime semiaberto, pelo crime de lavagem de dinheiro e mais seis meses por fraude processual. Ele é acusado pela Polícia Federal de ter participado da simulação de compra de outros imóveis com a intenção de justificar a origem do dinheiro utilizado nas transações.
A justiça determinou também a perda do apartamento comprado com o dinheiro supostamente conseguido de forma ilícita pelo ex-vereador. Apesar de condenados, os acusados podem recorrer em liberdade.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade