Selecione a página

Edio Lopes vai ao INCRA pedir conclusão de obras no assentamento Bela Vista

Segundo o superintendente, foi aberta licitação, com previsão de término do certame em abril, para contratação da empresa vencedora que será responsável pela retomada e conclusão das obras. Edio tratou, também, do Casarão. “Recebemos a proposta do superintendente manifestando disposição em realizar a concessão de uso do Casarão para o município, e assim será possível […]

Edio Lopes vai ao INCRA pedir conclusão de obras no assentamento Bela Vista
A necessidade da conclusão das obras de construção da Unidade de Processamento de Alimentos-UPA, no Assentamento Bela Vista do Chibarro, fez com que o vereador Edio Lopes fosse a São Paulo, para reunião com o superintendente em exercício do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, Edson Alves Fernandes. “As obras estão paradas e a necessidade dos produtores de alimentos do assentamento é muito grande”, manifestou Edio Lopes, na reunião.

Segundo o superintendente, foi aberta licitação, com previsão de término do certame em abril, para contratação da empresa vencedora que será responsável pela retomada e conclusão das obras.

A Unidade de Processamento de Alimentos é de suma importância para estimular a produção de alimentos, agregar valor aos produtos dos assentados e facilitar as condições de escoamento dos alimentos, para que cheguem mais rapidamente e mais baratos à cidade. Além disso, ajuda a viabilizar a existência do assentamento, dando melhores condições de vida às famílias assentadas. Na rede social, a assentada Silvia Helena Barboza comentou, logo após o Vereador postar informações sobre a reunião: “Edio essa UPA é muito importante para nós; perdemos muito frutas ou verduras, o processamento é fundamental”.

Casarão

Edio tratou, também, do Casarão. “Recebemos a proposta do superintendente manifestando disposição em realizar a concessão de uso do Casarão para o município, e assim será possível firmar convênios com o Ministério do Turismo visando o desenvolvimento de projetos de turismo rural”, informou o vereador, comentando ainda que enfatizou a importância de todos os processos acontecerem com controle social e a participação dos assentados.

Edio Lopes vai ao INCRA pedir conclusão de obras no assentamento Bela Vista

A necessidade da conclusão das obras de construção da Unidade de Processamento de Alimentos-UPA, no Assentamento Bela Vista do Chibarro, fez com que o vereador Edio Lopes fosse a São Paulo, para reunião com o superintendente em exercício do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, Edson Alves Fernandes. “As obras estão paradas […]

O vereador petista foi à São Paulo pedir a conclusão das obrasA necessidade da conclusão das obras de construção da Unidade de Processamento de Alimentos-UPA, no Assentamento Bela Vista do Chibarro, fez com que o vereador Edio Lopes fosse a São Paulo, para reunião com o superintendente em exercício do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, Edson Alves Fernandes. “As obras estão paradas e a necessidade dos produtores de alimentos do assentamento é muito grande”, manifestou Edio Lopes, na reunião.

Segundo o superintendente, foi aberta licitação, com previsão de término do certame em abril, para contratação da empresa vencedora que será responsável pela retomada e conclusão das obras.

A Unidade de Processamento de Alimentos é de suma importância para estimular a produção de alimentos, agregar valor aos produtos dos assentados e facilitar as condições de escoamento dos alimentos, para que cheguem mais rapidamente e mais baratos à cidade. Além disso, ajuda a viabilizar a existência do assentamento, dando melhores condições de vida às famílias assentadas. Na rede social, a assentada Silvia Helena Barboza comentou, logo após o Vereador postar informações sobre a reunião: “Edio essa UPA é muito importante para nós; perdemos muito frutas ou verduras, o processamento é fundamental”.

Casarão

Edio tratou, também, do Casarão. “Recebemos a proposta do superintendente manifestando disposição em realizar a concessão de uso do Casarão para o município, e assim será possível firmar convênios com o Ministério do Turismo visando o desenvolvimento de projetos de turismo rural”, informou o vereador, comentando ainda que enfatizou a importância de todos os processos acontecerem com controle social e a participação dos assentados.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade