Selecione a página

Edinho se reúne com servidores para construir proposta sobre jornada de trabalho

Prefeito afirmou que irá enviar projeto substitutivo do PCCV à Câmara Municipal e realizar adequações

Edinho se reúne com servidores para construir proposta sobre jornada de trabalho

O prefeito Edinho se reuniu com servidores municipais de diversas categorias nesta quinta-feira (19), no auditório da sede da Coordenadoria de Recursos Humanos, e afirmou que irá buscar uma solução para que o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) relativo à jornada de trabalho não prejudique os servidores.

Edinho fez uma transmissão ao vivo em sua rede social, ao lado dos servidores, e anunciou as medidas a serem tomadas em conjunto com as categorias. Estiveram presentes representantes da Saúde, da Fungota, do Trânsito e do Sismar (Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região).

“Nós tivemos um TAC no Ministério Público e a Prefeitura teve que fazer uma lei para cumprir esse TAC. Isso confronta com a jornada de trabalho de diversas categorias. Mas a Prefeitura vai trabalhar para que possamos equacionar as jornadas que já estão instaladas na Prefeitura e que, com a nova legislação, causam um transtorno e obrigam um aumento de jornada”, disse Edinho.

O prefeito informou que o projeto de novo PCCV (Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos) que tramita na Câmara Municipal receberá um texto substitutivo.

“Estamos juntando um farto material para mostrar que, muitas vezes, o aumento dessa jornada desorganiza o serviço e não significa produtividade, melhoria do atendimento à população. A vontade da Prefeitura é demonstrar isso documentalmente. Quero dialogar com o Ministério Público e apresentar um substitutivo ao PCCV na Câmara Municipal para não ferir o princípio da isonomia. Vamos fazer adequações em alguns cargos e tentar regulamentar as jornadas existentes. Esse é o meu compromisso”, afirmou Edinho.

“Se até o final de outubro nós não resolvermos essa situação, vou mandar outro projeto de lei para a Câmara, prorrogando ainda mais o prazo. Queremos resolver essa questão para que não haja nenhum transtorno aos servidores e para melhorar cada vez mais o atendimento à população”, concluiu o prefeito.

Além dos servidores municipais e de representantes do Sismar, também estiveram na reunião os secretários Juliana Agatte (Gestão e Finanças), Eliana Honain (Saúde), Mariamália de Vasconcellos Augusto (Justiça e Cidadania) e coronel João Alberto Nogueira Júnior (Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública); o superintendente do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), Donizete Simioni; coordenadores e gestores municipais.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade