Selecione a página

Direção executiva da Feraesp afasta Élio Neves da presidência

Desde o final da tarde de quarta-feira, 28, Élio Neves, um dos fundadores há quase 30 anos, na presidência – da Federação dos Empregados Rurais Assalariados no Estado de São Paulo – FERAESP, não é mais seu presidente. É que a Direção Executiva, reunida em sua sede (na rua Professor Dorival de Oliveira, 164, Vila Godoy), decidiu por seu afastamento do mandato, mecanismo previsto no Estatuto Social da entidade.
De acordo com informações enviadas pela Feraesp, desde que a entidade mudou para sua sede própria no início de agosto, foi realizado um levantamento sobre o patrimônio da entidade e detectados indícios de inúmeras irregularidades, dentre as quais, por exemplo, a utilização de recursos da ordem de R$ 150 mil pagos em cinco parcelas de R$ 30 mil cada uma ao Instituto Ideal Editora Ltda. EPP,de Ribeirão Preto, para a aquisição de livros, porém, nenhum exemplar foi encontrado no patrimônio da entidade.
Na nota enviada, o secretário geral Aparecido Bispo ressaltava que a medida da perda do mandato, prevista no Estatuto da entidade, se faz necessária para garantir que os seus recursos não venham a sofrer mais nenhum tipo de dilapidação e que ainda garantia a normalidade na continuidade dos trabalhos da entidade na defesa dos interesses dos empregados rurais assalariados, como agente no âmbito do segundo grau sindical.
A Direção Executiva ainda informou que o dirigente sindical Élio Neves foi comunicado da decisão, a qual foi lavrada em ata e registrada em Cartório, para os devidos fins e efeitos de direito da entidade.
Ainda não se sabe se Élio Neves vai recorrer dessa decisão.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade