Selecione a página

Delegado da PF quebra equipamento de som de acampamento pró-Lula em Curitiba

A deputada Estadual Márcia Lia (PT) que estava no acampamento, tenta registrar queixa por Brasília

Delegado da PF quebra equipamento de som de acampamento pró-Lula em Curitiba

Acampamento

O equipamento de som utilizado por petistas no acampamento em defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, em Curitiba, foi quebrado na manhã dessa sexta-feira (4). O responsável por danificar os aparelhos foi o delegado da Polícia Federal Gastão Schefer Neto, que é vizinho da PF e do acampamento.
De acordo com o relato de testemunhas, que gravaram imagens do ocorrido, o delegado invadiu o acampamento e quebrou o equipamento enquanto os petistas faziam seu rotineiro grito de “bom dia, Lula”, que acontece todas as manhãs desde que o ex-presidente foi preso, em 7 de abril.

República de Curitiba

Segundo a deputada estadual Márcia Lia (PT), o homem foi detido pela Polícia Militar e liberado logo depois, sendo identificado por ela e pela deputada federal Ana Perugini (PT-ES) no momento em que voltava à superintendência da PF, de onde elas saiam. De acordo com Márcia, o delegado alegou estar nervoso e com dificuldades para dormir. Ele também disse que foi agredido.
“Vamos tentar registrar a queixa por Brasília, porque percebemos que, da República de Curitiba, não sairá nada”, afirmou Lia.

Acampamento

Desabafo

A deputada araraquarense escreveu em sua rede social que: “Presenciei hoje o ato de ódio e intolerância cometido por um delegado da Polícia Federal em Curitiba. A resistência mobilizada ali nas imediações da polícia federal é pacífica e nada justifica o ato senão o ódio e o fascismo.

#Restiremos #LulaLivre

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade