Selecione a página

CEI muda foco e intima servidores do Desenvolvimento Urbano

CEI muda foco e intima servidores do Desenvolvimento Urbano

A Comissão Especial de Inquérito (CEI), instalada na Câmara Municipal para apurar denúncias de irregularidades que teriam ocorrido em alguns setores do Poder Público, muda agora seu foco, e passa a olhar atentamente para as obras aprovadas pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano.

A Pasta, onde prestava serviços o engenheiro Ademir Palhares, o “Mimi”, mereceu atenção especial nas investigações da Polícia Federal, bem como nos levantamentos realizados pelo Ministério Público. Recentemente citado por um dos empresários ouvidos pela CEI, Mimi foi acusado de pedir R$ 15 mil reais para assinar e aprovar o projeto de ampliação de sua empresa.

Por essas e outras é que os integrantes da CEI decidiram focar a partir de agora suas atenções na Secretaria de Desenvolvimento Urbano, e ontem a comissão disparou 13 (treze) notificações para as pessoas que deseja ouvir na semana que vem. No total, estão sendo convocados 9 (nove) servidores da Pasta e 4 (quatro) proprietários de empresas que tiveram suas obras aprovadas no período que está sob investigação.

Os 13 (treze) convocados prestarão depoimento em três dias diferentes. Cinco deles serão ouvidos na próxima quarta-feira, mais cinco na quinta e os outros três prestarão depoimento na segunda-feira, dia 9.

Nos dois primeiros dias as oitivas se realizarão em cinco horários, começando às 9 horas, e seguindo às 11h30, 14h30, 16h30 e 18h30; Dia 09 de dezembro (segunda-feira), os depoimentos acontecerão às 9 horas e às 11h30.

Concluída essa fase, a CEI entra na reta final de seus trabalhos este ano, com os depoimentos de funcionários e agricultores envolvidos com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do governo federal.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade