Selecione a página

Caso CTA: Miranda cobra participação de Edinho

“Você afirmou que subiria no palanque para evitar a privatização da CTA. Agora é o momento, Edinho”

José A C Silva

Na última segunda-feira (30), Walter Miranda (PSTU) reuniu diversas entidades da sociedade civil, estudantes e sindicalistas, para refletir e organizar uma frente política objetivando evitar o fim da CTA. “Não concordamos com a entrega desta histórica e importante companhia para algum grupo por enquanto “oculto”. Estamos denunciando esta armação, está tudo combinado e que também tem filé debaixo deste angu e um grupo ousado se preparando para saboreá-lo”.
Há alguns meses atrás, como foi publicado pelo O Imparcial, entrevista do deputado estadual Edinho Silva onde ele falou que caso a CTA seja privatizada, ele iria sair para as ruas, jornais e televisão lutando contra a privatização. O ativista e candidato a deputado estadual Miranda está cobrando esta posição do deputado. “Você afirmou que subiria no palanque para evitar a privatização da CTA, agora é o momento, Edinho”. Dia 11, lideranças da cidade, segundo Miranda, estão preparando um golpe, começando pela realização da tal “Audiência Pública” às 09h30, quando a maioria absoluta da população, principalmente os ativistas, estará trabalhando. Isso é, a nosso ver uma verdadeira covardia. Vamos montar um palanque e participar da Audiência, estamos convidando a população com a pergunta “você estará presente?”
Ainda Miranda: “entendo que o Edinho está em uma situação difícil, que existe uma aliança política nacional do PMDB voltada para reeleger a Dilma, e sei que ele está profundamente envolvido nesta articulação. No entanto, penso que o Edinho deveria cumprir o que prometeu, ou seja, que vai pra rua, pro palanque, para evitar que os abutres privatizem (via terceirização) a CTA”.
Fomos informados por Miranda que movimentos sociais estão se preparando para agitar a cidade e estão cobrando a presença do deputado: “você terá que estar presente, Edinho, e cumprir o que prometeu, caso contrário vamos ter que lamentar publicamente a sua ausência, companheiro. Aproveito para cobrar, também, o encaminhamento para o caso dos mutuários da Cohab-Bandeirantes, que não está atacando com a mesma voracidade de antes, mas ainda perturba. Os mutuários não podem ver alguém ligado à AMAR que fica questionando, cobrando. Veja, Edinho, que o MTST foi recebido pela Dilma e resolveram boa parte dos seus problemas em São Paulo. Penso que é possível, aqui em Araraquara, resolvermos o problema dos mutuários da Cohab-Bandeirantes, e tirar de cena esta empresa “picareta” que está falida”, finalizou Miranda.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade