Selecione a página

Aumento da tarifa da água pode ser definido hoje

Conselho Consultivo do DAAE se reúne para debater assunto. Em 2012, reajuste foi de 8%

Hamilton Mendes

Depois do reajuste de 12% no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), o araraquarense pode preparar o bolso, porque é mais ou menos nesta época do ano que o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE) começa a finalizar os estudos para determinar em quanto vai subir a conta d’água.

E a coisa toda pode começar a sair do papel na noite de hoje, quando, segundo apurado pela reportagem do O Imparcial, acontece à reunião do Conselho Consultivo da autarquia, que deve discutir o aumento da tarifa.

No ano passado, os membros do conselho fecharam o reajuste da tarifa de água e esgoto em 8% a, e a o novo valor da conta passou a valer em janeiro deste ano. Os números eram relativos ao mês de dezembro de 2012.

De acordo com informações colhidas pela reportagem, as residências da cidade gastam até 15 mil litros de água por mês. Dados divulgados pelo DAAE ainda no início de 2013, o consumo de água em Araraquara atinge 52 milhões de litros por dia. Ou seja, cada pessoa gasta, em média, 248 litros, diariamente.

Dentre os motivos citados para justificar o aumento da tarifa estão a variação do custo os encargos sociais, energia elétrica, combustíveis, produtos químicos e serviços terceirizados, dentre outros.

O DAAE proporciona à cidade, além do fornecimento de água tratada a 100% dos imóveis na área urbana, o tratamento de 100% do esgoto domiciliar.

A rede de distribuição de água de Araraquara tem cerca de 1.100 km de extensão, permitindo mais de 71 mil ligações de água.

A capacidade de armazenamento é de aproximadamente 44.330 metros cúbicos de água e o sistema está dimensionado para dar suporte ao crescimento da cidade. A cidade conta ainda com 30 reservatórios distribuídos entre 11 Setores.

Com três pontos de captação superficial (ribeirão das Cruzes, ribeirão das Anhumas e córrego Águas do Paiol), o DAAE conta ainda com 13 pontos de captação subterrânea (poços profundos que retiram água do Aqüífero Guarani). Além disso, a autarquia dispõe de 30 reservatórios distribuídos em onze setores da cidade. O DAAE cuida dos esgotos e da água da cidade desde 1969.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade