Selecione a página

Audiência Pública sobre transporte coletivo lotou plenário

Números das empresas foram revelados e dúvidas foram esclarecidas

Sob presidência do Vereador Elias Chediek (PMDB) a Comissão Permanente de Transportes, Habitação e Saneamento da Câmara Municipal promoveu, na noite de segunda-feira, dia 1º de julho, a terceira audiência pública do ano, desta vez para tratar do problema do transporte coletivo.Participaram o diretor –presidente da CTA, Silvio Prada; o diretor administrativo, Marcio Santos; o gerente da Viação Paraty, Donizeti Duran, o presidente da Câmara, Vereador João farias (PRB), os Vereadores Donizete Simioni (PT) e Adilson Vital (PV), que compõe a Comissão, além de outros vereadores.Compareceram estudantes da faculdade de Ciências e Letras da Unesp de Araraquara, membros do Movimento Transporte Justo e cidadãos interessados no assunto em geral.Na ocasião, Silvio Prada revelou números da contabilidade da CTA, passageiros transportados, distâncias percorridas pelos veículos, índice de passageiros por Kilômetro – IPK, e outras informações solicitadas pelos estudantes na ultima audiência, ocorrida em abril. Após, foi aberto espaço para perguntas e respostas.Um dos temas mais questionados foi a venda do espaço ocupado pela CTA hoje, que fica em uma área nobre da cidade (Fonte Luminosa) e, segundo Prada, se tornou pequena para abrigar todos os veículos e instalações da empresa. “São 18 mil metros quadrados de área imprópria para garagem de ônibus”, disse.O edital de venda da área deve ser aberto nos próximos dias e o valor estimado é de R$ 21,5 milhões. Após a venda, a empresa terá dois anos para construir novas dependências e fazer a mudança. “É importante salientar que não se trata de privatização da CTA, mas de venda da área atual para que se possa adquirir um local maior, mais adequado e mais bem localizado. Não faz sentido ter uma garagem de ônibus em uma área nobre da cidade e que traz complicações operacionais para a companhia”, explica Chediek.No final, foi entregue ao estudante Lucas Gustavo Ferreira uma cópia do relatório. Quem quiser consultar o mesmo, basta acessar o site da Câmara Municipal: www.camara-arq.sp.gov.br.Veículo Leve sobre TrilhosChediek aproveitou a presença de todos para apresentar uma proposta de solução para o problema da mobilidade urbana em Araraquara, o Veículo Leve sobre Trilhos – VLT.Na ocasião ele mostrou fotos desse tipo de transporte em outros países e como os trilhos que cortam a cidade podem ser utilizados para implantar o VLT, de forma a descentralizar o Terminal de Passageiros e desafogar o trânsito no centro da cidade. “Temos a área e os trilhos, coisas que representam a metade do investimento. Basta construir as estações e comprar os veículos”, explicou.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade